Com a morte prematura do Galaxy Note 7, a Samsung decidiu aproveitar alguns dos recursos exclusivos ao gadget em outros aparelhos de seu portfólio. Durante o último fim de semana, donos do Galaxy S7 e do Galaxy S7 Edge começaram a receber uma atualização que traz alguns recursos que aprimoram o funcionam de suas telas quando os aparelhos estão bloqueados.

Com a novidade, os aparelhos ganham a opção de personalizar as informações exibidas, que podem ser desde a data e o horário até uma fotografia presente na memória. No entanto, alguns usuários afirmam que o recurso ainda não funciona de maneira totalmente eficiente — entre os problemas encontrados está a impossibilidade de receber notificações do aplicativo de emails da fabricante.

Recursos ajudam a manter vivo o legado do Note 7

As razões para a Samsung trazer esses recursos a seus aparelhos mais antigos são óbvias. Além de querer garantir uma experiência mais familiar a quem se viu forçado a migrar do Note 7 para o S7 ou para o S7 Edge, a companhia quer trazer mais valor aos smartphones para permitir que eles concorram em um patamar mais próximo ao do Google Pixel e do Google Pixel XL.

A decisão também permite deixar vivo o “legado” da linha Note, por mais que os novos recursos de display sejam limitados a opções que não exigem o uso da S Pen. Por mais que uma nova geração do gadget provavelmente vá abandonar essa nomenclatura (manchada além do reparo pelas explosões relatadas ao redor do mundo), a companhia tem que manter vivas as partes do aparelho que realmente funcionaram — nem que isso se restrinja a alguns softwares.

Cupons de desconto TecMundo: