A Samsung publicou hoje uma previsão para seu resultado fiscal do segundo trimestre de 2016, informando que estava esperando registrar um lucro líquido de US$ 7 bilhões nesse período. Boa parte desse bolo deve ser referente aos top de linha Galaxy S7 e S7 edge, que a empresa lançou em março e estima ter vendido 26 milhões de unidades globalmente até o momento.

Pouco mais da metade dos lucros da corporação sul-coreana normalmente vêm da divisão mobile, e, por isso, espera-se que esse setor seja responsável por pelo menos US$ 4 bilhões desse total de lucros líquidos. A empresa ainda não publicou o seu relatório financeiro definitivo, portanto ainda não há informações detalhadas sobre nenhuma de suas divisões.

Analistas da indústria avaliam essa previsão de lucros da Samsung com bons olhos, sendo que a empresa parece finalmente ter superado seu período de desaceleração que ocorreu nos últimos dois ou três anos. Parte disso se deve ao fato de smartphones com telas edge serem mais lucrativos que os comuns, e a Samsung tem aproveitado muito bem esse recurso praticamente exclusivo entre as grandes marcas por enquanto.

Voltando ao Galaxy S7, mesmo sendo um sucesso, não é provável que o aparelho da coreana bata o recorde de vendas do Galaxy S4, que vendeu nada menos de 70 milhões de unidades durante o primeiro ano no mercado. Considerando que os números de vendas tendem a cair depois de alguns meses do lançamento, não há a expectativa de que os S7 e S7 edge superem o S4 nessa marca.

Cupons de desconto TecMundo: