A Samsung anunciou que vai atrasar o relançamento comercial do Galaxy Note 7 na Coreia do Sul e em outros mercados. A marca esperava colocar unidades seguras do aparelho nas prateleiras do seu país natal em 28 de setembro, mas resolveu adiar para o dia 01 de outubro. Além de dificuldades com estoque, a companhia está preocupada com a possibilidade de o relançamento comercial do produto afetar o recall de aparelhos defeituosos.

Como você já deve estar ciente, houve dezenas de casos de explosão da bateria com o Note 7, e a Samsung pediu que mais de 2,5 milhões de pessoas globalmente devolvessem seus dispositivos com a possibilidade de apresentar defeito. Contudo, na Coreia do Sul, apenas metade dos convocados compareceu às lojas para realizar a troca. Em contrapartida, nos EUA e em Singapura, o recall parece estar praticamente completo.

Outros mercados também devem ter alguns dias de atraso no relançamento

De qualquer maneira, outros mercados também devem ter alguns dias de atraso no relançamento do aparelho, mas não há datas específicas para outros lugares além da Coreia do Sul por enquanto. O que a Samsung diz é que nos EUA e em Singapura, o Note 7 retorna às prateleiras em algum momento de outubro e, na Europa, isso acontece em novembro.

Também precisamos destacar que esse problema do recall e do relançamento nessas regiões deve fazer com que o Note 7 demore mais algum tempo para ser lançado no Brasil. O lado bom dessa demora é que, pelo menos, nenhum smartphone potencialmente explosivo chegaria ao nosso bolso.

Cupons de desconto TecMundo: