O recurso de fotografia é hoje um dos itens mais importantes para os consumidores que vão em busca de um novo smartphone. Por conta disso, muitas empresas decidiram dar uma atenção especial para esse quesito, construindo celulares em função das câmeras digitais. Nokia e Samsung são dois dos exemplos de companhias que pensaram nos “cameraphones”, criando celulares baseados câmera digitais potente.

Esse é o caso do Samsung Galaxy K Zoom, mais nova versão de cameraphone da empresa sul-coreana, que acaba de chegar ao mercado brasileiro. O aparelho conta com dois processadores, um quad-core Cortex A7 e outro dual-core Cortex A15, totalizando seis núcleos com execução simultânea.

A aposta da empresa é aliar as características de um celular melhor do que um modelo intermediário, mas não tão bom quanto um top de linha, a uma poderosa câmera com lente retrátil 24-240 mm e zoom óptico de 10x. Será que vale a pena investir R$ 2.099 neste produto? As nossas impressões sobre o Samsung Galaxy K Zoom são o que você confere agora nesta análise.

Testes de benchmark

Para a realização desta análise, submetemos o Samsung Galaxy K Zoom a cinco aplicativos de benchmark. São eles: 3D Mark (Ice Storm Unlimited), AnTuTu Benchmark 4, Basemark X, GFX Bench (T-Rex HD Off Screen e T-Rex HD On Screen) e Vellamo Mobile Benchmark (HTML 5 e Metal).

3D Mark (Ice Storm Unlimited)

O teste Ice Storm Unlimited, do 3D Mark, é utilizado para fazer comparações diretas entre processadores e GPUs. Fatores como resolução do display podem afetar o resultado final. Quanto maior a pontuação, melhor é o desempenho.

AnTuTu Benchmark 4

Um dos aplicativos de benchmark mais conceituados em sua categoria, o AnTuTu Benchmark 4 faz testes de interface, CPU, GPU e memória RAM. Os resultados são somados e geram uma pontuação final. Quanto maior a pontuação, melhor é o desempenho.

Basemark X

O Basemark X tem como foco principal mensurar a qualidade gráfica dos dispositivos. Baseado na engine Unity 4, o app aplica testes de alta densidade, mostrando qual dos aparelhos se sai melhor na execução de jogos. Quanto maior a pontuação, melhor é o desempenho.

GFX Bench (T-Rex HD)

O GFX Bench é voltado para mensurar a qualidade gráfica. Isso inclui itens como estabilidade de desempenho, qualidade de renderização e consumo de energia. Os resultados são revelados em média de frames por segundo (fps). Quanto maior a pontuação, melhor é o desempenho.

Vellamo Mobile Benchmark

O Vellamo Mobile Benchmark aplica dois testes ao aparelho: HTML5 e Metal. No primeiro deles, é avaliado o desempenho do celular no acesso direto à internet via browser. Já no teste Metal, o número final indica a performance do processador. Quanto maior a pontuação, melhor é o desempenho.

Design

O Galaxy K Zoom é mais espesso e pesado do que um smartphone convencional. Por conta disso, tenha em mente que ele é muito mais uma câmera com smartphone do que um smartphone com câmera potente. Nas laterais, há o botão de força, um botão específico para a câmera e controles de volume.

Na parte traseira, uma lente de 24-240 mm é desdobrada sempre que você utiliza a função de câmera. Caso você não esteja acostumado a um volume como esse em seu bolso, nos primeiros dias de uso o tamanho do Galaxy K Zoom pode ser um problema, mas com o passar dos dias seu manuseio se torna mais natural. Ainda por conta da lente, a parte superior do aparelho tende a pesar um pouco mais, tornando o ato de segurá-lo com apenas uma das mãos ligeiramente mais incômodo.

Já na utilização do produto na horizontal, como uma câmera digital propriamente dita, o conforto no manuseio se destaca, em especial pelo fato de o aparelho não ser tão fino quanto outros smartphones. A tampa traseira, construída em policarbonato, é removível, e permite acesso à bateria de 2.430 mAh, que também pode ser destacada.

Tela e interface

Com tela de 4,8 polegadas e resolução de 1280x720 pixels, o Galaxy K Zoom não chega a apresentar o desempenho de um top de linha nesse quesito, mas de forma alguma ele compromete. O índice de reflexo na tela é baixo, de forma que assistir a vídeos ou mesmo jogar serão tarefas simples com o produto. Sob a luz do sol, é possível fotografar com clareza, usando o display como auxiliar.

A interface utilizada é a TouchWiz, seguindo o padrão dos demais aparelhos da empresa. A exemplo do que já citamos nas análises de outros smartphones, a TouchWiz continua sendo uma das responsáveis por drenar, de forma desnecessária, uma parte significativa do consumo de RAM do aparelho. Entretanto, na prática, são raros os momentos em que o consumidor vai experimentar travamentos.

O visual modificado, lançado no Samsung Galaxy S5, foi estendido para essa versão do produto. O diferencial, nesse caso, fica por conta da ausência de uma série de sensores e aplicativos relacionados a essas funções. Em seu lugar, entram em cena apps e recursos específicos para tirar o máximo proveito da câmera traseira.

Desempenho

O Galaxy K Zoom é equipado com um chipset hexa-core, desenvolvido nos próprios laboratórios da Samsung. Os seis núcleos incluem dois Cortex-A15, rodando a 1,7 GHz, e quatro Cortex-A7 rodando a 1,3 GHz. O sistema conta ainda com 2 GB de RAM e uma GPU Mali-T624. Na prática, o desempenho do aparelho é satisfatório, seja para execução de jogos ou mesmo durante a transição entre apps.

Embora esse não seja um parâmetro definitivo para análise de desempenho real, nos testes de benchmark o aparelho também se saiu muito bem, chegando a brigar em pé de igualdade com modelos top de linha em alguns testes. Em termos práticos, o hexa-core da Samsung se sai melhor do que a média dos modelos com configurações intermediárias, mas fica devendo se comparado aos aparelhos mais potentes.

Um ponto que deve decepcionar os usuários é o fato de que há apenas 8 GB de espaço de armazenamento, pouco para um celular desse porte. Só o sistema ocupa pouco mais de 3 GB, deixando menos de 5 GB para instalação de apps. Embora esse espaço possa ser expandido com cartão micro SD, vale ressaltar que sua principal proposta é a de oferecer uma câmera potente, capaz de capturar fotos em altas resoluções.

Fazendo um cálculo aproximado, bastam cerca de 250 fotos para que o espaço de armazenamento do aparelho seja completamente ocupado. Portanto, comprar um Galaxy K Zoom sem um cartão micro SD não é uma boa ideia. O melhor mesmo é incluir mais esse item no carrinho de compras para não ficar na mão depois.

Duração de bateria

A duração da bateria de 2.430 mAh é outro ponto positivo do aparelho. Em nossos testes, sua capacidade se saiu muito bem, durando praticamente o dia todo para uso pouco intenso, com acesso a redes sociais, emails e eventuais usos da câmera. Saindo de casa no início da manhã, com WiFi e 3G ligados, o aparelho chegou ao final da noite com cerca de 20% de carga.

Já em uso mais intenso, a duração cai bastante, e cerca de sete horas de vídeo drenam a sua carga por completo. Porém, os valores estão dentro da média dos seus concorrentes. O uso intenso da câmera, principal recurso do aparelho, tende a fazer com que o aparelho apresente um consumo maior, mas nada que fuja muito à regra de qualquer outro software em execução.

Caso o usuário deseje, é possível remover a bateria do aparelho, destacando a parte traseira. Dessa forma, uma das garantias que o usuário pode ter para ampliar as possibilidades de uso é contar com uma bateria sobressalente. Entretanto, ressaltamos que isso não é necessário, pois o item que acompanha o produto supre muito bem as suas necessidades.

Câmera

Construído em função da câmera, esse é o ponto chave do Galaxy K Zoom. A câmera traseira tem resolução de 20,7 megapixels, conta com um zoom óptico de 10x e zoom digital de 20x. O modelo tem ainda flash xenon e um LED auxiliar de foco, ideal para fotos em ambientes com pouca luminosidade.

Foto noturna capturada com o Samsung Galaxy K Zoom

Há uma grande variedade de modos de captura de imagem, mas o menu pode assustar aqueles que têm menos experiência com câmeras digitais, uma vez que há muitas funções. É possível ainda baixar conteúdos exclusivos. O resultado das imagens, entretanto, agrada bastante, justificando o investimento de quem procura uma câmera que também possa funcionar como um smartphone. A qualidade é acima da média em praticamente todas as situações de luz.

Vale lembrar que fotos em resoluções e tamanhos maiores vão consumir mais espaço de armazenamento, algo em falta no aparelho. Por conta disso, sugerimos que você não compre o celular sem um cartão micro SD auxiliar.

Qualidade de áudio

A qualidade de áudio do Galaxy K Zoom é satisfatória e não vai deixar nenhum usuário na mão. Em som ambiente, há um baixo nível de distorção de graves e agudos. A saída de áudio está localizada na parte superior traseira do aparelho e, ao segurá-lo na horizontal, suas mãos podem acabar abafando o som durante a execução de jogos.

O modelo vem ainda acompanhado de fones de ouvido simples, mas que cumprem muito bem o seu papel. Entretanto, se você é exigente no que diz respeito à qualidade sonora, tenha ciência de que os fones que acompanham o Galaxy K Zoom não vão satisfazê-lo. Porém, acreditamos que, nesse caso, essa parcela de consumidores seja minoria, portanto encare o produto sem medo nesse quesito.

Vale a pena?

O Galaxy K Zoom chega às lojas brasileiras por um preço alto: segundo a Samsung, o valor oficial é de R$ 2.099, embora em nossas pesquisas tenhamos encontrado o aparelho por até R$ 1,8 mil. Esse valor é caro demais se comparado ao de uma câmera digital com as mesmas características e acima da média se levarmos em consideração celulares com essas especificações.

Tecnicamente, trata-se de um aparelho com características um pouco melhores do que as de um modelo intermediário, mas que não chega a ser um top de linha. A capacidade de armazenamento, de 8 GB, é um grande ponto negativo e que praticamente obriga o consumidor a contar com uma cartão micro SD, seja para salvar fotos ou instalar apps.

A tela do aparelho é satisfatória para o uso, mas está longe de ser a melhor alternativa para quem deseja visualizar as fotos capturadas com a melhor qualidade possível. No final das contas, embora seja um bom celular e possua uma ótima câmera, a menos que você tenha a real necessidade de unir as duas coisas em um único dispositivo, é possível encontrar opções com melhor custo-benefício separadamente.

Nos demais quesitos, não há surpresas desagradáveis ou que possam pesar de forma negativa na hora da compra. Entretanto, em se tratando de tela, desempenho e duração de bateria, com uma boa pesquisa você vai encontrar modelos melhores ou tão bons quanto por preços mais acessíveis. Tudo vai depender daquilo que você julga ser a sua principal necessidade no momento.

Cupons de desconto TecMundo: