A robótica e a inteligência artificial são áreas da tecnologia que têm ajudado muito o ser humano na realização de suas tarefas. Poder contar com máquinas rápidas e precisas para lidar com atividades perigosas e potencialmente mortais é algo realmente incrível. Porém, não é sempre que os robôs conseguem conquistar a simpatia da raça humana.

A seleção a seguir contempla as criações da robótica que realmente se superaram em assustar as pessoas. Embora alguns dos robôs listados sejam muito úteis para o homem, a sua capacidade de agradar o gosto humano não foi muito bem desenvolvida. Você já imaginou se deparar com alguns dos exemplares abaixo?

1. Robô barata

A aparência dessa máquina é o suficiente para explicar por que muitas pessoas não iriam gostar dela. A inspiração para o CRAM – "Compressible Robot with Articulated Mechanism" ou "Robô Compressível com Mecanismo Articulados", em tradução livre – foi a barata, inseto que deixa muita gente em pânico e enojada.

Apesar da aparência assustadora, o CRAM pode ser realmente útil no futuro, principalmente em situações envolvendo acidentes com feridos. Com a sua capacidade de "espremer" o próprio corpo, diminuindo consideravelmente a sua espessura, esse robô poderia passar por escombros e construções danificadas à procura de feridos ou da causa de desastres.

2. Quadrúpede sem cabeça

Desenvolvido pela Boston Dynamics, empresa de robótica atualmente pertencente à Google, o robô Cheetah parece um animal bizarro, quadrúpede e sem cabeça. Os cientistas garantem que essa máquina é capaz de alcançar até 45 km/h, e com a mais recente adição de recursos ela também consegue pular obstáculos de até 46 centímetros.

É lógico que a aparência desse robô ainda não foi trabalhada, motivo pelo qual ele pode ser um pouco assustador. Agora imagine se os cientistas tivessem colocado uma pele artificial sobre todos os mecanismos expostos: estaríamos diante de um monstro rápido e que ainda é capaz de pular obstáculos para correr atrás de suas presas.

3. Sugador de sangue

O que você acha da ideia de dar uma agulha para um robô? Essa é a principal arma do Veboot, uma máquina precisa capaz de identificar vasos sanguíneos e encontrar o ponto certo para perfurar a pele de uma pessoa e extrair o seu sangue. É lógico que o objetivo é apenas automatizar a captação sanguínea. Desenvolvido em 2013, essa obra da robótica ainda não conseguiu substituir o ser humano nos centros e laboratórios de realização de exames. Ainda.

4. A impressora de sangue

Se coletar sangue não é suficientemente assustador para você, imagine uma máquina capaz de criar impressões e verdadeiras artes usando o líquido vermelho. O robô, na verdade, é uma impressora criada pelo artista Ted Lawson, que usa o sangue do dono para criar imagens e autorretratos. Essa deve ser a melhor definição para a expressão "se transformar em uma obra de arte", e tudo graças à robótica.

5. Robô samurai

Se dar uma agulha para um robô já parece perigoso, agora imagine uma espada samurai. O robô industrial Motoman-MH24, criado pela empresa japonesa Yaskawa Eletric Corporation, foi colocado para duelar com Isao Machii – mestre espadachim da técnica iaijutsu – em uma série de provas de precisão e velocidade. Antes de ser colocada para teste, a máquina aprendeu os golpes com o próprio adversário e os executou com a mesma perfeição – quando não melhor – que o próprio espadachim que a “ensinou”.

Os movimentos de Machii foram analisados em um software de modelagem 3D e replicados para o braço industrial através de um programa de computador. Porém, ao contrário do mestre espadachim, a máquina não se cansou durante os testes e apresentou uma precisão milimétrica capaz de cortar, inclusive, uma bainha de ervilha na horizontal. Impressionante, não é mesmo?

Você acha que a inteligência artificial ainda vai dominar o mundo? Comente no Fórum do TecMundo!

Cupons de desconto TecMundo: