Imagem de: Conheça Nadine, um robô construído para imitar a aparência humana [vídeo]

Conheça Nadine, um robô construído para imitar a aparência humana [vídeo]

1 min de leitura
Avatar do autor

O campo da robótica costuma usar o termo “Vale da Estranheza” para designar robôs e animações 3D que se comportam de maneira bastante semelhante a um humano, mas não são exatamente idênticos a uma pessoa real. E é justamente esse termo que vem à cabeça quando vemos Nadine, projeto criado pela Universidade de Tecnologia Nanyang, em Singapura.

Construída tomando como base a imagem da Professora Nadia Thalmman, sua criadora, a máquina é equipada com diversos assistentes “inteligentes” que possuem similaridades com soluções como a Siri e a Cortana. O robô é capaz de demonstrar emoções e humores próprios, além de se lembrar de pessoas que já conheceu e com quem interagiu anteriormente.

Nadine foi desenvolvida com o objetivo de se tornar uma opção viável de assistente pessoal ou como uma companhia para crianças e idosos no futuro. Thalmman acredita que dispositivos sociais podem se tornar “C-3POs da vida real” que têm conhecimentos de linguagem e etiqueta que os tornam indistinguíveis de humanos em uma observação mais superficial — enquanto isso não acontece, a robô atua como recepcionista da instituição que a criou.

A universidade também revelou uma máquina de telepresença batizada de Edgar, cujo visual se aproxima mais do conceito clássico de um robô. O dispositivo conta com dois braços e um projetor que serve como seu rosto — combinado a uma webcam, ele pode reproduzir tanto suas expressões faciais quanto a linguagem corporal da parte superior do corpo de uma pessoa.

Quais são suas impressões sobre Nadine? Comente no Fórum do TecMundo

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Conheça Nadine, um robô construído para imitar a aparência humana [vídeo]