Imagine-se em uma empresa, pronto para uma reunião. Você se arruma, toma um café e senta de frente para todos — com a pequena diferença de que você está em casa ou até em outra cidade. Em seu lugar, uma espécie de robô com um iPad no lugar da cabeça e duas rodas que giram sem parar.

Com “passos” firmes e movimentos precisos, ele se posiciona junto aos colegas e até fica mais alto para conversar com quem está de pé. O rosto do condutor é transmitido no display do androide: todos podem ver você e vice-versa.

Se você acha esse conceito futurista demais, saiba que o futuro chegou. Testamos o Double, o simpático robô de telepresença da Double Robotics, e contamos para você como é brincar com esse verdadeiro “carrinho de controle-remoto de adulto”.

Conhecendo seu novo amigo

O Double se autoentitula “um sistema móvel de controle remoto para videoconferências”. Em outras palavras, ele permite conversas em áudio e vídeo entre você e uma pessoa que não está no mesmo ambiente no momento (ou o contrário). Isso em qualquer lugar (com WiFi) e a qualquer hora.

Para se movimentar, ele conta com um giroscópio e um acelerômetro (os mesmos sensores que um Segway e o brinquedo do robô BB8, de Star Wars, utilizam). Cálculos usando um algoritmo de equilíbrio fazem com que ele não caia facilmente se trombar de leve em um obstáculo.

Especificações técnicas

  • Altura: 1,19 metro (menor nível) a 1,50 metro (maior nível)
  • Peso: 6,80 kg
  • Velocidade: baixa a moderada
  • Inclinação: até 5%
  • Sensores: acelerômetro e giroscópio
  • Bateria: de 8 a 10 horas de uso; carregamento em 2 horas
  • Criptografia: 128 bits AES

Vale lembrar que tamanho e qualidade da tela e resolução das câmeras e alto-falantes dependem do modelo do iPad que você utilizar.

Uma lente que fica na frente do dispositivo permite que a câmera do iPad seja aprimorada e ganhe campo de visão, mostrando a você mais do ambiente ao redor. Além da câmera frontal que serve de visor, o Double permite que a outra exiba imagens do chão, para que você saiba exatamente por onde está andando.

A bateria é de íon-lítio, a mesma de notebooks, e a segurança da transmissão é garantida. Áudio e vídeo são criptografados de ponta a ponta – ou seja, o conteúdo vai do Double para o motorista e vice-versa sem ser armazenado em algum lugar.

Qual é a utilidade?

A Double Robotics cita duas grandes aplicações para o produto. A primeira é a mais óbvia: no mundo corporativo, chefes que estão fora do escritório podem comparecer a reuniões da equipe e funcionários em regime de home office continuam presentes no local de alguma forma.

O segundo uso é na educação. Em aulas práticas em laboratório ou de residência, por exemplo, o professor assiste a procedimentos e fala com o aluno sem precisar se deslocar. Guias de bibliotecas ou estudantes em camas de hospital, por exemplo, também poderiam usar o controle-remoto.

Primeiros giros

Além do Double em si, você precisa de pelo menos um iPad (que não acompanha o aparelho na compra) para servir de “cabeça” do robô. O produto aceita do iPad 2 para cima, mas o recomendado é um tablet a partir do Air. A conexão entre a estrutura e o tablet acontece via Bluetooth, o que significa que você deve fazer o pareamento entre eles logo em seguida.

Para pilotar, são três possibilidades. Você pode usar um iPad ou iPhone, alguns tablets Android que tenham suporte ao navegador Google Chrome ou qualquer computador pelo Google Chrome ou Mozilla Firefox. No site da empresa, faça o login na sua conta Double, localize o robô que você deseja usar e aguarde a conexão.

É só isso! A partir daí, já é possível ver o ambiente em que o Double se encontra. Só não se esqueça: para a comunicação ideal, o aparelho usado para controlar o robô precisa ter uma câmera apontada para você, permitindo a transmissão em tempo real do seu rosto.

Leve-me ao seu líder

Se você usar um computador para navegação, o Double é controlado pelo teclado (setas direcionais ou as letras W, S, A e D, como em um jogo). Você pode escolher a qualidade do vídeo (Alta, Média ou Baixa), de acordo com a sua conexão ou com a sua necessidade de economizar bateria.

O menu de comando possui ainda algumas funções extras, como visão noturna, captura de tela, exibição de um site na cabeça do robô ou compartilhamento de janelas do seu computador na tela dobrada.

O botão "P" é para estacionar, ou seja, ativar os kickstands que deixam a plataforma estável. Já a tecla Esc ou o botão vermelho com ícone de telefone finaliza a chamada. Você ainda pode mudar a altura da haste do Double e o volume do microfone a qualquer momento.

Os controles são parecidos se você usar um tablet ou smartphone. Botões digitais fazem a navegação, que funcionam da mesma forma que nas teclas do PC. Pinçando a tela, é possível dar um zoom no conteúdo da câmera do iPad. Ele possui os mesmos ícones de funções que a tela do computador.

Levando para passear

O Double não é muito recomendado para carpetes que sejam desgrenhados demais ou com grandes espaços entre as peças. Entretanto, mesmo “balançando” em certos terrenos, ele consegue fazer trajetos graças ao uso dos sensores e do algoritmo de estabilidade.

Se você for passar por um fio no chão ou pela divisória entre cômodos, tente ir o mais reto possível, perpendicular ao obstáculo, para que ambas as rodas o atravessem ao mesmo tempo, garantindo estabilidade.

É possível ajustar o tamanho da haste da plataforma a qualquer momento. Na altura mais baixa, o Double fica mais rápido e estável para controle. Na mais alta, o campo de visão aumenta e você fica com 1,50 metro de altura, tornando a comunicação com quem está de pé bem mais confortável.

Você pode compartilhar a tela com até cinco pessoas, sendo que elas podem participar via áudio de um pequeno chat. As vozes saem tanto no seu controlador quanto no robô.

Alimentando o robô

O carregamento do robô funciona graças a um produto que acompanha o Double. O charging dock é um acessório bonito, que não ocupa tanto espaço e que faz a recarga sem fio do produto e do tablet ao mesmo tempo.

O dock possui uma projeção em forma de garra que segura o robô e garante o carregamento sem fio. Você precisa encaixá-lo lá pessoalmente ou usando o controle remoto. Se preferir a segunda opção, recomendamos que você ative a câmera inferior para ver o chão e saber exatamente como anda o encaixe.

A Double Robotics sugere duas horas de recarga para o conjunto tablet e plataforma móvel, garantindo a duração de oito a dez horas de funcionamento. Os dois aparelhos podem perder a bateria em tempos diferentes, mas você pode diminuir o brilho da tela do iPad para garantir um tempo a mais de energia, por exemplo.

Em nossos testes, o Double em si leva menos de uma hora para chegar aos 100% de carga. Já o tablet demora quase o dobro do tempo para atingir a totalidade na bateria. Como os sensores WiFi, Bluetooth e GPS ficam ligados, o consumo é alto, mas ele aguenta sem problemas uma reunião longa ou meio período de trabalho.

As máquinas ainda não dominam

A Double Robotics passa aos poucos por um processo de expansão. Por isso, o servidor deles ainda não é nacional, o que significa que os dados percorrem um caminho bem mais longo para chegar de um ponto (sua tela) a outro (o robô).

Desse modo, há um pequeno atraso registrado entre a imagem que a câmera do Double registra e o que se vê na tela. Isso incomoda bastante, diminui um pouco a graça da interação e até prejudica o controle da plataforma, já que você enxerga com até cinco segundos de demora o que está na sua frente ou no piso, por exemplo.

A lentidão é maior no tablet e melhora só um pouco se você abaixa a qualidade da transmissão para “Low” — o que, por outro lado, deixa o vídeo todo pixelado. Controlando o Double pelo computador usando uma conexão com fio e uma webcam, o atraso é muito menor, apesar de ainda existir. Já a resposta dos movimentos é bastante boa e, depois de alguns minutos de uso, já é possível dominar as curvas e correrias do robô.

Outro problema é que não é possível ver o conteúdo das duas câmeras ao mesmo tempo (do chão e da frente do robô). Entendemos que o uso das duas câmeras é uma limitação de hardware do iPad, mas o recurso faz falta e deixaria os passeios ainda mais seguros.

A voz da máquina

O áudio captado pelo microfone não é ruim e tem longo alcance. Porém, é aqui que o modelo do iPad faz a diferença — nós testamos com o recente iPad Air 2 servindo de “cabeça”. Já a qualidade do som emitido pelo Double não é das melhores e, se quem fala estiver em um local muito barulhento, o ruído será intenso. E tem outro problema: se os alto-falantes estiverem muito altos, é possível que ocorra algum tipo de mau contato ou interferência e um barulho estridente saia do robô até que você o coloque no mudo. Em locais mais silenciosos, entretanto, é possível ouvir e ser ouvido claramente.

Vale a pena?

O Double é um aparelho incrível, divertido de ser usado e realmente útil para quem precisa da presença remota. Porém, ele não é um item caseiro ou só para brincadeiras – o foco é mesmo no ambiente corporativo ou educacional. O próprio preço afasta o uso casual: ele custa R$ 24 mil na loja nacional Wishbox Technologies, fora o iPad para servir de display.

O robô responde muito bem aos controles, especialmente se você estiver no PC, e é fácil e rápido dominar a velocidade dele e os atalhos de comando. Por outro lado, há atraso na conexão e a qualidade da imagem não é tão boa assim. E, embora a captação de áudio do microfone seja muito boa, a qualidade dos sons reproduzidos não é à prova de falhas. Ou seja, se você realmente precisar de um para a empresa ou instituição de ensino, o dinheiro é bem gasto — e pense que você pode até economizar em passagens, hospedagens e outros custos de um encontro presencial.

Não tem como não ficar impressionado com o rosto de alguém flutuando em um robô, tanto que filmes como “O Demolidor”, de Sylvester Stallone, já previam algo do tipo há mais de 20 anos. Produções como The Good Wife e Big Bang Theory também já exibiram a tecnologia, sendo que a série de advogados até usou o mesmo modelo Double que testamos. Mas não se preocupe: apesar de parecer ameaçador, o Double não tem nada de SkyNet.

O Double foi cedido pela Wishbox Technologies para a realização desta análise.

Cupons de desconto TecMundo: