Como ocorre com praticamente todas as nações mais desenvolvidas do mundo, Cingapura tem sofrido com o rápido envelhecimento de sua população. Felizmente, um grupo de estudantes da Ngee Polyechnic trouxe uma maneira de manter os mais velhos saudáveis para viverem por mais alguns bons anos: um personal-trainer robô.

Trazendo o nome simples de Robocoach, esse autômato segue um conceito bastante simples, contando com um par de braços que simula as posições que seus alunos devem imitar. Para ajudar na tarefa, ele ainda tem duas telas – uma na cabeça, que exibe expressões faciais e serve como interface para controlar o robô, e outra no tronco, que dá instruções mais detalhadas de cada exercício.

Além disso, o Robocoach possui sensores capazes de analisar os participantes das aulas. Dessa maneira, ele é consegue descobrir quais dos idosos estão realizando os exercícios de forma correta e quais precisam de auxílio.

O Robocoach, vale notar, é parte do projeto Nação Inteligente, uma iniciativa governamental multibilionária que tem como objetivo usar a tecnologia e a internet para modernizar a vida do povo do país. Segundo o site CNet, o primeiro robô já está em atividade no Centro de Atividades Sênior Amigos dos Leões e deve ser colocado em uso em mais de cinco outros centros no próximo ano. Se for um sucesso, espera-se que o autômato possa ser incluído em mais 20 centros.

Como a robótica pode nos ajudar no dia a dia Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: