Na última quarta-feira (1), a Volkswagen emitiu um comunicado revelando que um funcionário terceirizado que trabalhava na sua fábrica na cidade de Baunatal, na Alemanha, foi morto por um dos robôs usados no local. Conversando com a Associated Press, Heiko Hillwig, um representante da empresa, afirmou que a máquina agarrou o trabalhador e o esmagou contra uma placa de metal, causando ferimentos que levaram ao falecimento do homem no hospital.

Embora o caso ainda esteja sendo analisado, Hillwig afirma que conclusões iniciais indicam que o incidente foi causado por erro humano. Segundo o representante, o funcionário estava configurando o robô e, para isso, entrou na gaiola de segurança que normalmente separa a equipe da fábrica das máquinas que manipulam metais. Outro funcionário estava presente na cena, mas acabou não se ferindo por estar do lado de fora da barreira.

De acordo com informações do Financial Times, a Volkswagen ressaltou que o robô em questão é um dos modelos que normalmente ficam separados dos trabalhadores por medidas de segurança, e não uma das máquinas leves de nova geração que ficam lado a lado com as pessoas e não necessitam de gaiolas protetoras.

O Financial Times afirma ainda que o aparato robótico envolvido no acidente não sofreu quaisquer avarias. Segundo o jornal alemão HNA, o robô em questão é usado para construir os motores elétricos dos carros da Volkswagen. Promotores públicos abriram uma investigação sobre o incidente e a empresa não forneceu mais informações desde então.

Ironia pura

A história da fatalidade ganhou a atenção na internet após ter sido compartilhada no Twitter por uma repórter do Financial Times chamada Sarah O’Connor. A jornalista aparentemente não havia se dado conta da semelhança entre seu nome e o de Sarah Connor, uma das personagens principais da franquia cinematográfica “O Exterminador do Futuro” – que trata justamente de um mundo em que as máquinas se revoltaram e entraram em guerra com a humanidade.

A postagem foi retweetada mais de 6.400 vezes na rede social e deu origem a uma onda de mensagens fazendo piadas a respeito da notícia mórbida. “Me sentindo bastante desconfortável sobre essa coisa que inadvertidamente iniciei no Twitter. Uma pessoa morreu. Não se esqueçam disso”, postou O’Connor. Por uma coincidência irônica, a história chega a nós justamente no dia da estreia do novo filme da franquia “O Exterminador do Futuro” nos cinemas.

Cupons de desconto TecMundo: