Foi iniciada na última terça-feira (5) a construção da primeira fábrica chinesa cujas atividades devem ser efetuadas exclusivamente por robôs. Segundo a agência denotícias oficial Xinhua, a planta em Dongguan deve empregar inicialmente um exército de 1 mil máquinas, que deve substituir a mão de obra local de 1, 8 mil funcionários humanos para somente 200 pessoas.

A nova planta é operada pela empresa Shenzhen Evenwin Precision Technology, que não revelou o investimento necessário para realizar a transição. A previsão é que os robôs vão ser capazes de atingir uma capacidade de produção avaliada em 2 bilhões de yuans anuais — aproximadamente US$ 322 milhões.

A nova fábrica inaugura uma tendência que deve ser seguida por outras empresas situadas no delta do Rio Pérola, área da China conhecida como a “oficina do mundo”. A transição é uma resposta à diminuição da mão de obra disponível e à necessidade de autoridades chinesas encontrarem alternativas à desaceleração da economia do país.

Desde setembro de 2014, 505 fábricas situadas no local já investiram mais de 4,2 bilhões de yuans na construção de robôs que devem substituir 30 mil trabalhadores. A previsão é a de que, até 2016, 1,5 mil das companhias que operam na área realizem o mesmo processo, o que deve resultar em uma quantidade massiva de demissões.

Cupons de desconto TecMundo: