Cientistas e engenheiros do Georgia Institute of Technology desenvolveram um veículo não tripulado que filmou o fundo do mar sob o gelo da Antártica. Chamado de Icefin, o robô se assemelha a um míssil e possui equipamentos que podem medir as condições do oceano antártico.

Com isso, os pesquisadores querem entender como o gelo do extremo sul terrestre está mudando devido às condições climáticas e como organismos prosperam em condições de tão baixa temperatura e iluminação.

"O que realmente separa o Icefin dos outros veículos é que ele é relativamente delgado e, mesmo assim, possui todos os sensores de que os cientistas precisam", diz Mick West, engenheiro-chefe do projeto. "Nosso veículo tem instrumentos tanto para navegação como para a ciência oceanográfica que os outros não possuem".

Antártica é só o começo

Usando sonar e um algoritmo chamado SLAM (mapeamento e localização simultânea, na sigla em inglês), o robô criou um mapa em 3D da região sob a plataforma de gelo Ross. Os vídeos revelaram uma rica fauna no fundo do mar, incluindo estrelas-do-mar, esponjas-do-mar e anêmonas, o que foi uma surpresa para os biólogos.

O Icefin, no entanto, quer alçar voos mais altos. A tecnologia desenvolvida para o veículo vai ajudar a procurar vida fora da Terra, mais precisamente em Europa, uma das luas de Júpiter. Segundo os cientistas, os oceanos gelados da Antártica são incrivelmente similares às condições encontradas no corpo celeste.

Cupons de desconto TecMundo: