Quão bem os seres humanos se saem na hora de trabalhar com um sistema automatizado? Um grupo de pesquisadores do MIT se fez essa pergunta e, após alguns testes, acabou se surpreendendo com a resposta: nosso desempenho e nosso índice de satisfação são mais altos à medida que aumenta a quantidade de robôs na hora de supervisionar o projeto.

Originalmente, o grupo teorizou que, de início, ter o trabalho controlado por um robô seria útil. Após certo nível de supervisão por um sistema automatizado, porém, eles acreditavam que isso teria o efeito oposto, tanto por diminuir a eficiência da pessoa como por diminuir sua satisfação na tarefa.

Para tal, o grupo criou um teste simples. Os participantes deveriam montar uma série de construções com peças de LEGO, sendo que um robô os ajudaria na “missão” em diferentes níveis – de uma ajuda mínima a um controle total da tarefa.

Mais automação, mais eficiência

Como o vídeo acima mostra, o resultado foi completamente contrário ao esperado: diferente de haver um “ponto de equilíbrio” para otimizar o trabalho, quanto mais automatizada a supervisão do sistema, mais eficientes e felizes eram os trabalhadores humanos.

“Nós descobrimos que os humanos preferiram trabalhar com o robô que tinha mais controle sobre as decisões de planejamento. Os candidatos sentiram que o robô autônomo os entendeu melhor”, disse Matthew Gombolay, um estudante Ph.D do MIT.

Cupons de desconto TecMundo: