Um grupo de universidades canadenses criou um projeto no mínimo curioso: um robô feito apenas para viajar de Halifax, no extremo leste do país, até Vitória. E como robôs não têm carteira de motorista, restou a ele pegar carona com vários estranhos que resolveram ajudá-lo em sua jornada – que começou apenas dois minutos depois de ele ser colocado ao lado de uma estrada, vale dizer.

O hitchBOT, como é chamado, realizou sua travessia ao longo de pouco menos de um mês. Toda a viagem foi registrada em um blog feito especialmente para o robozinho, e mostrou que ele provavelmente tirou bastante proveito do passeio: hitchBOT passeou de barco, visitou parques e praias, andou de trailer, fez amigos caninos e muito mais.

Para agradecer ao trabalho dos motoristas, o robô fez sua parte. Usando um sistema de vocabulário simples, ele foi capaz de conversar sobre alguns assuntos com quem lhe dava carona, embora isso por vezes resultasse também em alguns pedidos para conectá-lo na entrada do cinzeiro para uma recarga de energia.

Confira logo abaixo um vídeo mostrando o início da jornada de hitchBOT:

Um teste de generosidade

Quem pensa que o projeto foi apenas uma brincadeira se engana. Como dito por Frauke Zeller, um dos co-criadores do projeto, hitchBOT foi uma maneira de testar a generosidade das pessoas para um robô, por mais limitado que este fosse. Felizmente, parece que passamos, segundo um comentário de Zeller ao Toronto Star.

Vale frisar, no entanto, que o teste ocorreu no Canadá – o país conhecido por ter o povo mais educado e gentil do mundo. Logo, não espere ter o mesmo resultado com um projeto semelhante aqui no Brasil, por exemplo.

Cupons de desconto TecMundo: