Todo mundo gosta de robôs, especialmente aqueles que conseguem fazer coisas novas ou simplesmente impressionantes. Nesse caso, a criação de um grupo de pesquisadores da Universidade de Harvard se encaixa perfeitamente nessa categoria.

Eles são pequenos, simples e se movem através de equipamentos de vibração. Para controlá-los, Michael Rubenstein e seus colegas estão desenvolvendo um algoritmo que consegue definir seu posicionamento a partir de praticamente qualquer ponto. Para isso, os robôs precisam estar todos agrupados e, em seguida, eles vão se posicionado na nova formação, um de cada vez.

O vídeo mostra como isso acontece e, como você pode conferir, não há interação humana direta. Eles são controlados pelo software que conecta um computador aos aparelhos através da pequena anteninha e os aparelhos de vibração vão os direcionando para o lugar certo.

Esse projeto parece estar mais focado no desenvolvimento do software que controla os equipamentos do que em aperfeiçoar os robôs propriamente ditos. Isso porque pode haver inúmeras aplicações para dispositivos que conseguem se comportar dessa forma, mais ou menos como um enxameamento de pássaros, insetos e outras criaturas que se unem para alcançar objetivos impossíveis individualmente. Assim, o mais importante é a forma de controlá-lo do que de fato construí-los.

Mesmo assim, o líder da pesquisa afirmou ao The Verge que, em um futuro próximo, o grupo pretende criar robôs que se conectam uns aos outros, tornado assim a movimentação mais complexa.

Cupons de desconto TecMundo: