Pesquisadores da EPFL (École Polytechnique Fédérale de Lausanne) desenvolveram um braço robótico mais rápido que o normal, com habilidade de pegar objetos que são jogados em sua direção. O braço foi programado com o intuito de utilizá-lo em robôs que possam ser rápidos o suficiente para pegar ou se desviar de objetos que são jogados. O braço, que mede 1 metro e meio, conta com três juntas e uma mão com quatro dedos.

Aude Billard, chefe do estudo, disse o seguinte sobre o braço robótico: “Cada vez mais presentes no nosso dia a dia e usados para vários fins, robôs poderão reagir de maneira rápida para pegar ou desviar de objetos complexos em movimento. As máquinas não só poderão reagir no momento certo, como também poderão prever a dinâmica do objeto em movimento e gerar uma reação na direção oposta”.

O sistema utilizado no membro traz diferenças aos robôs criados atualmente, já que ele consegue recalcular rotas de objetos de forma rápida e quase instantânea e agir de acordo com os dados. Isso não seria possível em robôs normais, que precisariam de um tempo excessivo para calcular as possibilidades e se mover dentro de um período aceitável.

Cupons de desconto TecMundo: