No vídeo, é possível conferir as pernas de alguém caminhando em uma esteira. (Fonte da imagem: Reprodução/Facebook)

O vídeo que você pode conferir ao clicar aqui foi publicado no Facebook por Miguel Nicolelis, neurocientista brasileiro que está liderando o projeto para que uma pessoa com algum tipo de paralisia dê o pontapé inicial da Copa do Mundo de Futebol que vai acontecer no Brasil — algo que deve acontecer em menos de três meses.

Para que isso se torne realidade, Nicolelis e a sua equipe estão desenvolvendo um exoesqueleto. O bacana é o fato de que essa máquina, por assim dizer, vai responder diretamente aos estímulos do cérebro da pessoa que a vestir. Sendo assim, não vai ser necessário utilizar comandos físicos, como botões ou até mesmo joysticks.

Além de tudo isso, assim como você pode conferir na publicação em questão, os pacientes já conseguem controlar o exoesqueleto em pequenas caminhadas em uma esteira — de acordo com o neurocientista, isso está acontecendo com todos os 8 pacientes. No entanto, na própria postagem, Nicolelis deixa claro que esta é mais uma etapa vencida (ou seja: mais trabalho está por vir).

Cupons de desconto TecMundo: