Após ter uma filha, Vikas Gupta decidiu abandonar seu ponto como chefe da divisão de pagamentos da Google para seguir um novo caminho em sua vida. Após realizar diversas pesquisas e descobrir que o ensino de ciência da computação nos Estados Unidos estava em um estado precário, ele decidiu criar o projeto Play-i, cujo objetivo é ensinar programação de dados para crianças com idades a partir de quatro anos.

O dispositivo, que toma a forma de um robô de brinquedo, tem o objetivo de ensinar conceitos básicos que podem ser entendidos até mesmo por pessoas bastante jovens. No entanto, para tornar seu sonho realidade, Gupta precisa de US$ 250 mil, algo que espera conseguir através de uma campanha baseada em doações coletivas.

“Olhando em retrospectiva para minha vida, comecei a aprender ciência da computação aos 14 anos de idade. Eu não conseguia imaginar como iria absorver esses conceitos de programação, ao menos da maneira como eles foram ensinados, em uma idade tão jovem”, afirmou o idealizador do Play-i. “Mas pesquisas do MIT e do Tufts mostraram que crianças em idade pré-escolar podem captar esses conceitos, só que a maioria delas simplesmente não possui as ferramentas ou as estruturas necessárias.”

Equipe responsável competente

Para criar os dois modelos de robô que fazem parte do projeto, Gupta conta com a ajuda de Saurabh Gupta, engenheiro responsável por ajudar na criação de dez gerações do iPod. Além disso, o grupo conta com a presença de Mikal Greaves, ex-funcionário da Frog Design que ajudou a criar projetos para Motorola, Disney e Ford.

(Fonte da imagem: Divulgação/Play-i)

Quem decidir apoiar o projeto em sua forma embrionária pode investir US$ 49 para comprar o modelo Yana ou US$ 149 pela versão conhecida como Bo — ou pagar US$ 189 pelo pacote com os dois robôs. Segundo os idealizadores dos dispositivos, a expectativa é a de que, caso eles consigam o financiamento necessário, os dispositivos sejam vendidos por preços ligeiramente maiores assim que sua produção em massa for iniciada.

Cupons de desconto TecMundo: