(Fonte da imagem: Reprodução/G1)

A Campus Party Recife teve a presença de uma máquina curiosa. O aparelho, feito pelo funcionário público Francisco Roberto Nogueira, é capaz de disputar uma partida de xadrez contra outras pessoas, com direito a um software próprio para calcular as jogadas e um sistema de imãs para mover e retirar as peças do tabuleiro. E o mais interessante de tudo: o equipamento é feito de sucata.

Segundo o G1, a ideia do projeto surgiu da falta de um adversário para suas partidas de xadrez. “Resolvi juntar tudo o que eu sabia de robótica e criar meu próprio companheiro”, disse Nogueira. Com isso, o funcionário público juntou todo o tipo de sucata, como canos de PVC, carretéis, fios de telefone, linhas, motores de impressora, placas de computador e tubos de alumínio.

Criar a máquina, no entanto, foi um processo complicado e demorado. Nogueira levou um ano para terminar o projeto – durante esse tempo, todos os materiais para sua construção ficaram na mesa da sala. “Minha esposa reclamava que queria colocar o jantar na sala e não podia. Levei muita bronca”, admitiu ele. Ao menos todo o esforço valeu a pena, resultando em uma máquina bastante engenhosa.

Cupons de desconto TecMundo: