Sempre que surge um novo projeto com robôs que saem por aí andando sozinhos, não é difícil ficar impressionado e um pouco temeroso com as possibilidades. Agora, um grupo de cientistas alemães “trouxe à vida” um macaco-robô. Por quê? Para ajudar no aperfeiçoamento de movimentos e sensibilidade de membros autômatos. 

O Centro de Pesquisas Alemão de Inteligência Artificial (DFKI) desenvolveu o iStruct, um robô com formas que lembram um primata. A ideia por trás do projeto é criar estruturas inteligentes, com sensores que permitirão movimentação mais orgânica. Isso significa que seria possível criar membros que se movem e podem ser sentidos como se fossem reais, ou uma espinha dorsal completa. 

Logicamente, o projeto ainda está no seu estágio inicial e temos apenas um vídeo de um macaco-robô assustador, que se move lentamente e que certamente fará parte dos pesadelos de muita gente. 

Para ter mais informações sobre o iStruct, clique aqui (em inglês).

Cupons de desconto TecMundo: