Pesquisadores da Case Western University desenvolveram um órgão mecânico que parece algo saído diretamente da ficção científica. Financiado pelo programada RE-NET da DARPA (Reliable Neural-Interface Technology, ou Tecnologia de Interface Neural Confiável), um novo sistema de eletrodos se mostrou capaz de permitir a construção de mãos robóticas semelhantes àquela que Luke Skywalver é forçado a usar na série Star Wars.

A tecnologia desenvolvida pela universidade intercala os elementos eletrônicos da mão robótica com os nervos que continuam intactos em pessoas que perderam o órgão por acidente. Com isso, essas pessoas não dependem de respostas visuais para utilizar o dispositivo já que conseguem obter respostas táteis através dele.

O programa RE-NET da DARPA tem o objetivo de estudar a viabilidade e a longevidade de interfaces cerebrais e dos periféricos que as acompanham. A descoberta feita com o auxílio do programa possui semelhanças com aquela feita pelo Instituto de Reabilitação de Chicago, que, apesar de adotar técnicas semelhantes, ainda depende de respostas visuais para funcionar.