Há quem espere que os robôs de altíssima potência cheguem ao nosso convívio social em alguns anos, mas a verdade é que estamos bem longe de presenciarmos realidades similares às dos filmes. Mas não é por isso que devemos pensar que os robôs não estão evoluindo. A verdade é que estão, mesmo que em tamanhos reduzidos e com funcionalidades segmentadas — cada um com algumas particulares.

Agora, um novo robô que vem chamando a atenção é um pequeno quadrúpede capaz de atingir altas velocidades e ultrapassar obstáculos presentes nos ambientes em que ele é colocado — isso inclui a subida em degraus mais altos do que ele. Ainda sem nome, o robô de 6,5 centímetros se movimenta por meio de suas quatro “Whegs”, uma mistura de rodas (wheels) e pernas (legs).

Elas não são ligadas a um motor central, mas a quatro pequenos motores de 6 milímetros, que conseguem girar a até 40 mil rotações por minuto. Cada um deles ainda possui um sistema de identificação automática de necessidades, economizando energia nos momentos em que as whegs estiverem longe do solo. Como os criadores do projeto dizem no vídeo, “se você piscar, você não vê o pequeno robô passando”.

(Fonte da imagem: Reprodução/IEEE Spectrum)

Os desenvolvedores fazem parte da Universidade Johns Hopkins (de Baltimore, Estados Unidos). Eles mostram também que é possível fazer com que o robozinho gire 360 graus em torno de seu próprio eixo, graças aos mecanismos de controle e às possibilidades autônomas de suas whegs.

Cupons de desconto TecMundo: