(Fonte da imagem: Reprodução/Channel 4 News)

Um homem biônico de 2 metros de altura, criado por cientistas britânicos, possui órgãos artificiais funcionando como em um organismo humano normal, além de apresentar membros inferiores e superiores. Apesar de não parecer muito com uma pessoa, com exceção do rosto, a criatura exibe uma máquina com forma de corpo operando perfeitamente.

A criação foi chamada de Rex e custou aproximadamente 1 milhão de dólares para o seus desenvolvedores, Richard Walker e Mateus Godden. A ideia surgiu para ilustrar o documentário How to Build a Bionc Man (“Como construir um homem biônico”) que vai ser exibido pelo canal britânico Channel 4.

Chefe de robótica, Richard Walker (à esquerda), junto com o doutor e apresentador Bertolt Meyer (à direita) no laboratório de criação. (Fonte da imagem: Reprodução/Channel 4)

Para o projeto, os cientistas tomaram o apresentador Bertolt Meyer como modelo para criar o rosto do homem artificial. Essa inspiração veio do fato de que o rapaz perdeu sua mão esquerda na infância e hoje em dia utiliza uma mão biônica para realizar as atividades normalmente – como é possível perceber na fotografia acima.

Exposição para o público

O homem biônico vai estar em exposição aberta ao público no Museu de Ciências de Londres entre os dias 7 de fevereiro e 11 de março. O objetivo disso é permitir que as pessoas conheçam a criação pessoalmente e tirem suas próprias conclusões sobre o humanoide.

Segundo o produtor de tecnologia do Channel 4 News, Geoff White, a criação de Rex faz lembrar o filme “Blade Runner”, no qual existiam androides artificialmente fabricados, mas que pareciam exatamente como humanos.

Quando o longa-metragem foi lançado, na década de 80, esperava-se que esse tipo de situação seria algo possível apenas décadas e décadas à frente daquele tempo, de acordo com White. No entanto, estamos nos deparando com o futuro logo à nossa frente.

Cupons de desconto TecMundo: