Controlados por uma unidade aérea, pequenos robôs juntam suas forças e conseguem superar obstáculos (Fonte da imagem: Reprodução/IEEE Spectrum)

A abordagem conhecida popularmente como “robótica de enxame” não é exatamente uma novidade: já vimos, por exemplo, um grupo de pequenos quadricópteros voadores realizando uma performance aérea em perfeita sincronia. Contudo, nenhum projeto apresentado até hoje é tão incrível como este divulgado durante a Intelligent Robots and Systems 2012 (IROS 2012), uma feira de robótica e inteligência artificial que ocorreu entre os dias 7 e 12 de outubro em Portugal.

Desenvolvido por quatro estudantes da Université Libre de Bruxelles e do Instituto Universitário de Lisboa, o projeto conhecido como “Spatially Targeted Communication and Self-Assembly” consiste em um grupo de pequenos robôs que podem se conectar uns aos outros para se tornarem mais fortes e concluírem certas tarefas. A diferença é que todos são controlados através de um drone equipado com uma câmera e um sistema para identificação de possíveis obstáculos.

Exército inteligente

Após encontrar uma solução para algum problema, o drone se comunica com os robôs utilizando nada menos do que luzes LED multicoloridas, podendo controlá-los individualmente ou juntá-los em só uma entidade. Veja o vídeo:

Como é possível perceber, o drone inteligente atua como os “olhos” dos pequenos robôs no chão, dando instruções sobre para onde eles devem seguir, o que eles devem fazer e que formação devem usar para realizar alguma tarefa. Note que, no exemplo acima, subir a rampa seria algo impossível para uma unidade sozinha (pois o pouco peso e o tamanho fariam com que ela capotasse). Em trio, como o drone ordenou, a travessia foi concluída normalmente.

Simplesmente impressionante, não concorda?

Fonte: Gizmodo, IEEE Spectrum

Cupons de desconto TecMundo: