Pesquisadores de Harvard estão chegando perto de desenvolver um microrrobô voador chamado RoboBee. O pequeno inseto mecânico já é capaz de levantar voo com sua própria força, porém ele perde completamente o controle depois de decolar. O próximo passo é adicionar dois atuadores nas asas para auxiliar no equilíbrio durante os voos.

A equipe está trabalhando em um sistema de retorno que permita que o pequeno robô dê uma guinada durante o voo, o que, em conjunto com os atuadores, pode fazer com que o pequeno robozinho possa planar. Por enquanto, tudo o que ele pode fazer depois de levantar voo é cair, mas com estilo.

(Fonte da imagem: Reprodução/Harvard)

Produção em massa

Esse novo “brinquedo” poderá em breve ser produzido em massa para executar a polinização de plantas ou até mesmo ajudar em operações de resgate, além de muitas outras coisas.

A técnica de construção do RoboBee foi baseada nos livros de popup — aqueles em que as ilustrações “saem” das páginas quando você vira as folhas — e também nos origamis. Até agora, cada um dos robôs é produzido artesanalmente, o que faz com que a taxa de problemas por erro humano seja  muito grande.

Automatizando o processo, é possível eliminar os erros e aperfeiçoar a produção, além de baratear o custo e adaptar circuitos eletrônicos que eram praticamente impossíveis de serem adicionados manualmente.

Fonte: Harvard, Gizmag

Cupons de desconto TecMundo: