(Fonte da imagem: Reprodução/M. Scott Brauer para MIT news) 

Imagine que você possui uma grande caixa de areia na qual você acabou de enterrar um banquinho. Pouco tempo depois, quando você volta ao local existe uma réplica de areia idêntica ao móvel de madeira. Embora essa situação pareça cena de um filme do Harry Potter, ela é na verdade o exemplo dado pelo MIT para mais uma de suas pesquisas revolucionárias.

Cientistas do centro de pesquisas Distributed Robotics Laboratory, pertencente ao Massachusetts Institute of Technology (MIT), desenvolveram um sistema robótico capaz de duplicar formas – uma potencial tecnologia para o aperfeiçoamento das impressões tridimensionais.

De acordo com a publicação do MIT news, a tecnologia (chamada por enquanto de “areia inteligente”) visa a replicação de objetos de forma automatizada. Os experimentos atuais têm sido realizados com cubos de 10 milímetros, sendo que cada um deles possui um microprocessador e ímãs em quatro de seus lados.

Por meios de sinais elétricos e mensagens, esses cubos podem se comunicar e mapear a posição de cada um dos dispositivos que estão ao seu redor. Dessa forma, eles podem identificar as dimensões exatas de um objeto inserido em sua rede. Com essas informações, a “areia inteligente” consegue reproduzir uma réplica usando os cubos. O funcionamento da tecnologia fica mais clara com o vídeo cima, apesar de ele estar em inglês.

A mais recente criação dos pesquisadores do MIT será apresentada na próxima conferência IEEE International Conference on Robotics and Automation, evento que será realizado no próximo mês de maio.

Cupons de desconto TecMundo: