Máquinas inteligentes que se revoltam contra a humanidade são tema recorrente de filmes e séries de ficção científica. Em muitas dessas atrações, os robôs conseguem aprender certas coisas por conta própria e até ensinar seus "companheiros". Pois foi justamente isso que um grupo de cientistas do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) conseguiu: máquinas capazes de passar conhecimento para diferentes tipos de robôs.

Claro que o mecanismo está longe de causar o apocalipse visto em Exterminador do Futuro ou Matrix. Pelo o contrário: a ideia é que, através desse novo método, os robôs consigam aprender mais rapidamente uma gama maior de processos em vez de serem programados para atender apenas ações específicas. Isso poderia ajudar, por exemplo, a reduzir o tempo gasto em determinadas tarefas, uma vez que os robôs poderiam saber como agir e o que fazer de uma forma menos automatizada.

Batizado de C-LEARN, o sistema foi desenvolvido por pesquisadores do Laboratório de Informática e Inteligência Artificial (CSAIL) do MIT. Primeiro, um robô é ensinado a cumprir um procedimento programado previamente por um ser humano. Depois de entender o que deve fazer, o robô então pode passar o que aprendeu para outros dispositivos. E as máquinas alunas daquele "professor" não precisam ser de uma mesma família, o que significa que robôs de diferentes categorias são capazes de receber o sistema.

"Esta abordagem é realmente muito semelhante à forma como os seres humanos aprendem em termos de ver como algo é feito e conectá-lo ao que já sabemos sobre o mundo. Nós não podemos aprender magicamente com uma única demonstração, por isso tomamos novas informações e combinamos com o conhecimento que já temos sobre o nosso ambiente", destacou a pesquisadora Claudia Pérez-D'Arpino.

Além de facilitar a distribuição de conhecimento entre os robôs, os cientistas acreditam que o C-LEARN poderia reduzir os custos das fábricas, que precisariam programar um único robô para ensinar os demais. Também acabaria com a necessidade de haver um programador humano para adaptar cada máquina a uma única tarefa.

O C-LEARN será apresentado oficialmente durante a Conferência sobre Robótica e Automação (ICRA), que será realizada em 29 de maio a 3 de junho em Cingapura.

Cupons de desconto TecMundo: