No filme “A Garota Ideal” (“Lars and the Real Girl”), de 2007, o protagonista vivido por Ryan Gosling é um jovem tímido que não consegue ter uma vida social e “inventa” uma parceira, ou seja, uma boneca de plástico. Dez anos depois, um engenheiro chinês especializado em inteligência artificial fez coisa semelhante: desistiu de procurar por uma esposa e então construiu uma companheira robótica.

Criador da réplica de uma mulher já tem planos para upgrade em breve

Zheng Jiajia, de 31 anos, é especialista na área de autômatos na região de Hangzhou, uma província de Zhejiang, na China. Depois de atuar na Huawei até 2014, o rapaz entrou para a empresa de web Dream Town. Durante o período, amigos dizem que ele ficou frustrado por não conseguir encontrar uma esposa.

Decidido a casar a todo custo, ele então fabricou uma réplica de uma mulher, batizada de Yingying e que pode identificar caracteres chineses e imagens, além de conseguir reproduzir algumas palavras simples. Na cerimônia que os uniu — que não tem efeito legal —, a “moça” vestia uma roupa preta e um lenço vermelho na cabeça, tradição para o ritual no país.

Algumas testemunhas afirmam que até mesmo sua mãe compareceu ao evento. E o recém-casado já tem planos para o futuro: quer promover em breve um upgrade na amásia, o que deve permitir que ela ande e até mesmo ajude em várias tarefas. Ninguém sabe mais detalhes de como funciona o relacionamento e talvez seja melhor assim.

Cupons de desconto TecMundo: