Estaríamos a cada dia mais próximos de um robô bípede capaz de se manter em pé diante dos mais variados terrenos e adversidades? A resposta é: sim, o autômato Cassie mostrou que está em um estágio bem avançado e muito em breve poderá substituir seres humanos em algumas tarefas — especialmente as que forem consideradas perigosas, a exemplo de um auxílio durante um incêndio.

Cassie usa um sistema avançado de "spring-mass walking", que permite reagir melhor a relevos irregulares, mesmo sem sensores ópticos, e responder bem diante de adversidades

O bot foi montado a partir das conclusões tiradas nos experimentos com os modelos Atrias, consideradas as primeiras máquinas a demonstrar e implementar o que os técnicos chamam de “spring-mass walking”: um sistema que nasceu há uma década e combina dinâmicas passivas com esquema mecânico controlado por computador. Isso permite reagir a superfícies irregulares, mesmo sem aparatos ópticos, e ainda assim manter o equilíbrio e a eficiência de movimentos de uma forma muito similar aos seres humanos.

Das entregas ao resgate

O Cassie recebeu liberdade de movimentos de 3 graus na cintura, o que permite ao robô ser conduzido com mais facilidade, e reforço nos “tornozelos” para assegurar mais resistência. A versão final deve ter também módulos protetores.

Agility Robotics, empresa derivada da Oregon State University, pretende comercializar unidades do Cassie a um preço considerado acessível, abaixo dos 100 mil dólares

De acordo com a Agility Robotics, uma empresa derivada da Oregon State University, o objetivo é criar autômatos capazes de enfrentar barreiras que poderiam ferir humanos e ações como entregar encomendas. E não pára por aí: outros fins comerciais já estão no horizonte, principalmente após a implantação de braços e vários sensores, que incluem um controle remoto com uso de headsets de realidade virtual.

Versão final deve ter módulos protetores e outros itens customizados

Ainda não dá para saber exatamente quanto cada peça deve custar, mas a companhia pretende manter os valores em um patamar abaixo dos 100 mil dólares. Todas as unidades atualmente em fabricação estão vendidas e os modelos Cassie devem estar disponíveis até o final do verão estadunidense, na segunda quinzena de setembro.

Cupons de desconto TecMundo: