Vamos ser sinceros: apesar de serem extremamente avançados e incrivelmente fantásticos do ponto de vista tecnológico, os robôs da Boston Dynamics têm uma aura, digamos, assustadora. Para apagar essa impressão e provar que a nova geração dessas criaturas não está fadada a acabar com a humanidade ou dominar o planeta, engenheiros da Universidade de Osaka, no Japão, criaram uma versão bastante amigável do equipamento, que assume a forma do simpático cachorrinho robótico PneuHound.

A própria subsidiária da Google já havia desenvolvido algo semelhante no passado com o SpotMini, um exemplar doméstico e miniaturizado de outros produtos mais robustos da companhia – com 25 quilos e o tamanho aproximado de um pastor alemão. O projeto do Laboratório Hosoda, no entanto, é ainda mais fofinho que esse modelo, já que é pequeno e leve o suficiente para ser carregado no colo ou colocado em um ambiente menor sem muitos problemas. Pense em um chihuahua, só que ainda mais barulhento e elétrico que o normal.

Ele pode se mover a velocidades realmente impressionantes e parece ter um jeito bem animado de andar

Conforme é possível conferir no vídeo de demonstração do brinquedinho, ele pode se mover a velocidades realmente impressionantes e parece ter um jeito bem animado de andar – como de um cãozinho feliz por encontrar o dono depois de muito tempo afastado. Qual é a magia por trás disso? Simples: trocar motores e outros mecanismos eletrônicos por um avançado sistema pneumático. Isso quer dizer que uma série de pistões movidos a ar comprimido é responsável por acelerar as patinhas do pet de metal.

Se você curtiu o PneuHound e espera poder colocar as mãos nele em breve, tenha calma. O robô ainda está em fase inicial de testes e deve levar um bom tempo até que seu projeto esteja finalizado. Um dos problemas do modelo atual, por exemplo, é que ele não consegue analisar muito bem os obstáculos ao seu redor, fazendo com que não seja raro que a criatura esbarre em objetos, pessoas e paredes ao longo do seu percurso guiado. De qualquer maneira, o item parece ser uma forma promissora para que o público se familiarize com as máquinas, não é?

Cupons de desconto TecMundo: