Há anos a robótica tenta criar dispositivos automáticos que imitam características naturais, de pessoas ou animais, para obter o maior desempenho possível em suas funções. Uma série de testes feitos no Biomimetics and Dextrous Manipulation Lab de Stanford mostrou como é possível replicar a força das formigas em minúsculos dispositivos que, somados, alcançam apenas 100 gramas.

Os experimentos mostraram que robôs com a capacidade de pular ou caminhar com força acabaram não sendo eficientes na hora do trabalho em grupo. Assim como as formigas, os chamados μTug são capazes de realizar esforços absurdos quando reunidos em maior número. É possível vermos no vídeo um conjunto de seis deles, com o peso de 100 gramas ao todo, puxando um veículo e passageiros, o equivalente a mais de 1,8 toneladas.

Assim como as formigas, os chamados μTug são capazes de realizar esforços absurdos quando reunidos em maior número

O mais interessante é que individualmente, um μTug é capaz de puxar 23 quilos, mesmo com poucos gramas. É o comportamento deles em equipe que dá tamanho poder aos robozinhos. Além de se movimentarem de maneira similar a formigas – que se reúnem como correntes para conduzir volumes muito mais pesados que elas –, os μTugs utilizam um sistema de freio inspirado nas patas de lagartixa, que fazem toda a diferença na hora de conseguir torque. É a mesma tática que usamos para ganhar uma disputa de cabo de aço: não descolar os pés do chão.

Robôs minúsculos são capazes de puxar carros pesados. Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: