(Fonte da imagem: Divulgação/RIM)

O BlackBerry 10 é o produto que pode tirar a RIM do buraco – mas pode também ser o último aparelho lançado pela companhia. Em entrevista ao jornal alemão Die Welt, o CEO Thorsten Heins sugeriu que a empresa pode vender a divisão de hardwares e passar a terceirizar os aparelhos.

Além disso, Heins não confirmou nada ao jornal, mas disse que, antes de licenciar o software (outra ação que pode ser uma manobra futura da RIM), “é preciso ter certeza de que o hardware tem potencial significativo”.

Depois do lançamento do BlackBerry 10, a companhia deve focar em “parcerias estratégicas” para continuar sobrevivendo – e só depois dos primeiros resultados após o lançamento do aparelho é que Heins deve tomar um decisão. Com a declaração, as ações da RIM subiram 8,3% no mercado financeiro.

Cupons de desconto TecMundo: