Moradores de Kingsclere foram atingidos pelo apagão de eletrônicos (Fonte da imagem: Wikimedia Commons)

Os moradores de Hampshire, condado localizado no sudeste da Inglaterra, passaram por uma situação curiosa: dispositivos que utilizam identificação por radiofrequência (RFID) pararam de funcionar repentinamente.

Chuveiro, campainha, sistema de aquecimento, luzes e até o controle de alarmes de carros foram atingidos pelo misterioso apagão. Cidadãos de mais de uma vila reportaram o mesmo fenômeno. Os aparelhos voltaram a funcionar normalmente no dia 27 de dezembro, também sem causa aparente.

Por causa da peculiaridade do evento, não demorou muito até que teorias conspiracionistas acusassem a base militar de Aldermastom como responsável pelo apagão, já que nela são produzidas as ogivas que integram os mísseis Trident, do exército britânico.

De acordo com o jornal The Daily Mail, um porta-voz da Ofcom, autoridade responsável pela regulamentação das telecomunicações no país, declarou que o problema pode estar sendo causado por equipamentos que distribuem o sinal de televisão para outros equipamentos da casa. Em outubro, um aparelho desses foi o responsável por fazer com que os controles de alarmes de carros parassem de funcionar na cidade de Southampton, no sul da Inglaterra.

No caso de Hampshire, o apagão não poupou nem os equipamentos de pesquisas da Universidade de Manchester, que poderiam ter sido utilizados para investigar o problema. Por enquanto, o mistério continua.

Cupons de desconto TecMundo: