(Fonte da imagem: Divulgação/Sony Mobile)

Os aparelhos “vestíveis, como os relógios inteligentes, não devem fazer muito sucesso no Natal deste ano, segundo relatório publicado na última semana pela empresa de consultoria Gartner. Segundo a empresa, o posicionamento dos produtos no mercado, bem como a média de preço deles, ainda não está clara para o consumidor.

Dessa forma, os relógios inteligentes não devem deixar de ser “acompanhantes” dos smartphones antes de 2017. A empresa defende ainda que os fabricantes apostem em preços mais baixos para assegurar a adoção em massa por parte dos consumidores.

“Samsung , Sony e outros fabricantes recentemente entraram no mercado, repaginando o visual de um produto que não é novo, mas que agora está ganhando novas funcionalidades e recursos”, destaca Annette Zimmermann, responsável pela pesquisa da Gartner. Segundo ela, pelo menos nos próximos três anos não deveremos ver os relógios inteligentes ganhando “vida própria, o que significa que eles permanecerão como acessórios de smartphones ainda por um bom tempo”.

Cupons de desconto TecMundo: