(Fonte da imagem: Divulgação/Corsair)

Depois dos artigos com dicas para os principais itens de um computador gamer, hoje trazemos informações complementares para você montar um computador robusto e livre de problemas.

Como de praxe, para montar este artigo contamos com as dicas do overclocker Ronaldo Buassali. O assunto da vez é a refrigeração do PC, portanto vamos falar da importância dos componentes de arrefecimento e quais detalhes devem ser observados na hora da compra.

Os processadores vêm acompanhados de um cooler (também conhecido como cooler box) que promove refrigeração suficiente para uso em geral. Nem teria sentido para a Intel e a AMD gastar tanto para desenvolver uma refrigeração que colocasse em risco os produtos, trazendo problemas à marca e ainda tendo um alto índice de despesas com garantia.

Assim, podemos afirmar que o próprio sistema original promove refrigeração suficiente para o computador gamer, porém isso não quer dizer que ele não possa ser melhorado. É de conhecimento geral que é melhor trabalhar com temperaturas baixas e, consequentemente, mais eficiência.

Vale ressaltar que, se ultrapassarmos o limite de temperatura do processador, o chip entra em um estado de proteção chamado “Trottle”, fazendo com que a frequência e a tensão sejam reduzidas, a fim de manter sua temperatura em níveis aceitáveis e proteger os componentes internos — e, em casos extremos, para evitar o desligamento ou danos.

(Fonte da imagem: Divulgação/Noctua)

Detalhe: não é só a CPU que está sujeita a sistemas excêntricos de refrigeração. Placa de vídeo, memórias, chipsets e fases da placa-mãe e até mesmo sistemas de armazenamento têm essas opções, mas, como o objetivo principal de nossos artigos é padronizar um mínimo adequado para um PC Gamer, vamos focar no processador.

Futuramente traremos um artigo detalhado sobre sistemas excêntricos de refrigeração, que pode ser realizado, acreditem, com óleo mineral ou até mesmo com nitrogênio líquido.

Interfaces térmicas

Para um contato adequado é necessário que, entre a superfície do processador e a do cooler, exista uma interface térmica. Isso ocorre porque o contato nunca é perfeito, não só por suas microrrugosidades, mas também por possíveis imperfeições nas superfícies.

Em casos extraordinários, usuários chegam a lapidar as superfícies de um ou de ambos os componentes para conseguir melhor superfície de contato (lapping). As fabricantes, pensando nisso, fornecem o cooler com um elastômero, que não é de excelente qualidade, mas consegue realizar o serviço para o qual foi destinado.

A troca de interface por outra de melhor qualidade, seja qual for o tipo de refrigeração (water cooler, air cooler ou hidro cooler), traz benefícios para o usuário. Isto é muito simples de se conseguir, bastando a remoção e limpeza do cooler e do processador, e colocando em suas superfícies (em uma delas ou em ambas)  uma fina camada de uma boa pasta térmica.

Existe uma grande quantidade de modelos e marcas de excelente qualidade e variedade de preços. Como sugestão, podemos partir da reconhecida e de bom custo Artic Silver 5 até a Liquid Pro, bastante cara e mais difícil de passar, pois não tem tanta aderência. Você também pode apostar na Gelid Extreme, MX4, IC Diamond, Antec ou outras.

Recomendamos a pesquisa em sites especializados para determinar qual a pasta térmica apropriada, principalmente em caso de interesse em alta eficiência ou mesmo overclocking.

Air cooling

Ainda o mais utilizado, esse sistema conta com um dissipador metálico, geralmente com base de cobre ou alumínio, e aletas para aumentar a área de troca de calor. Ele trabalha com um ventilador (fan) para dissipação do ar quente. Existem dissipadores passivos, que não utilizam ventoinhas, mas esses devem ser descartados em um PC gamer, pois a geração de calor pode ser prejudicial ao sistema.

(Fonte da imagem: Divulgação/Zalman)

Existem boas marcas e modelos de coolers a ar, sendo que esses promovem uma boa melhora da temperatura. Acompanhado disso, é necessário também verificar o fan que o acompanha, pois existem muitos modelos que variam em qualidade, performance, preço e nível de ruído.

Geralmente os ventiladores de alta performance fazem barulho, portanto deve ser avaliada a importância desse item para quem for se aventurar nessa troca. Algumas marcas conhecidas como Noctua, Scythe, Thermalright e Zalman fazem produtos com essa destinação.

Caso você resolva comprar um cooler de ar, indicamos um de boa qualidade e performance — do contrário, não há razão em adquirir um produto intermediário e você pode manter o original. O site Tom’s Hardware tem uma matéria completa com comparações que pode dar uma boa ajuda na hora da escolha.

Hidro cooling

Os hidro coolers são os modelos que vêm apresentando maior crescimento de vendas. Isso ocorre devido à grande quantidade de opções e ofertas — o preço está equilibrado em relação aos coolers a ar. Há variedade de modelos, com boas opções em desempenho e preço. Mesmo os mais simples e baratos podem causar uma boa diferença em relação ao cooler original.

(Fonte da imagem: Divulgação/Cooler Master)

Esses componentes apresentam boas vantagens em relação aos concorrentes tradicionais, pois não requerem manutenção, promovem boa refrigeração ao sistema e são, na maioria dos casos, muito fáceis de instalar.

Excelentes opções de marcas são Antec, Corsair e Cooler Master. Recomendamos procurar um modelo adequado para a sua máquina, de acordo com o uso de seu computador, levando em conta dados importantes como a intensidade de uso, overclocking, tamanho do gabinete e possibilidade de instalação.

Water coolers

Os water coolers são sistemas de refrigeração que utilizam água como base. Geralmente a água utilizada é livre de minerais (destilada, bidestilada ou com tratamento especial) e outros componentes (corantes, etileno glicol, misturas especiais etc.).

Eles podem ser instalados, da mesma forma que um hidro cooler, em vários níveis, pois partem de sistemas simples e culminam em verdadeiras obras de arte, tanto em beleza quanto em desempenho.

São compostos basicamente por: bloco (dissipador que fica em contato com o CPU), radiador (120, 140, 240, 280, 360, 420 ou 480 mm, derivados da inclusão de ventiladores de 120 ou 140 mm), reservatório, bomba, mangueiras, líquido refrigerante e acessórios. Em alguns casos, chegam a ter mais de um "looping" (circuito realizado pelo fluido) e requerem mais conhecimento para serem montados.

O water cooler é o mais eficiente dos sistemas tradicionais (que não envolvem refrigeração abaixo de zero grau). Devemos também, devido à beleza do sistema, indicar não somente para gamers e entusiastas, mas também para pessoas que curtem modificar e embelezar seu PC.

Não indicamos a compra de water coolers de baixa qualidade. Se for optar por um water cooler de baixo custo, é melhor investir em um hidro cooler all-in-one. Se for partir para um sistema desses, procure pelos de marcas de excelente qualidade: EK, Swiftech e Heatkiller.

(Fonte da imagem: Divulgação/Swiftech)

Tenha em mente que você vai pagar mais por isso, pois sistemas de alto desempenho são mais caros, mas também, se esta for a sua praia, vai ter um sistema que compensa em eficiência e beleza.

Dicas importantes

  • Para verificar se o seu computador está quente, meça a temperatura dentro de condições de estresse. Bons softwares, como o Prime95 e o OCCT, que realizam a demanda de utilização do processador, podem ser obtidos de graça;
  • Você pode utilizar softwares que medem a temperatura do seu processador (assim como a de outros componentes) como o Real Temp, Core Temp e Hwmonitor;
  • A temperatura limite do processador varia conforme o modelo. Alguns trabalham com temperatura mais alta, assim como a sua VID (Voltage Identification) — ou seja, a sua voltagem natural — varia de acordo com o componente em questão;
  • Verifique junto ao fabricante ou em fóruns e sites especializados a temperatura limite de seu processador. Com essa informação, saiba que, quanto menor for a temperatura de trabalho em seu PC, melhor será para o seu computador;
  • Os preços de hidro coolers e air coolers de qualidade são bem próximos. Você deve estudar os prós e os contras de cada sistema para determinar o seu, mas, se for optar por um water cooler, recomendamos que este seja bom de verdade, do contrário você poderá se decepcionar;
  • Uma boa opção sempre é a colocação de uma pasta térmica de qualidade. Existem modelos bons de baixo custo que podem promover melhora ou mesmo alívio na temperatura de trabalho de seu CPU;
  • Tenha cuidado com a compra de produtos incompatíveis. Verifique o modelo do socket para o seu processador e veja se ele é compatível com o novo sistema que está montando.

Bom, essas foram algumas dicas básicas sobre refrigeração para PCs gamer. Esperamos que nossas sugestões sejam proveitosas. Em breve, traremos mais uma matéria para você finalizar a montagem da sua nova máquina para jogos. Até a próxima!

Cupons de desconto TecMundo: