(Fonte da imagem: Reprodução/Infonew)

Ao trabalhar em um processador de computador para aumentar o desempenho com técnicas de overclocking, a energia térmica aumenta consideravelmente o superaquecimento do processador, fazendo com que ele precise sustentar altas cargas de trabalho. 

O calor excessivo leva inevitavelmente à queda do sistema e, como consequência, podem haver danos irreversíveis para o hardware. Por isso, quando fazemos intervenções de overclocking, é sempre uma boa ideia modificar o resfriamento tradicional, de forma que a temperatura da CPU se mantenha abaixo do nível estabelecido, garantindo o bom funcionamento do sistema.

A empresa italiana DimasTech SNC opera precisamente nessa direção, produzindo sistemas de refrigeração que podem funcionar com processadores com frequência  duas vezes menor do que a placa, mantendo a temperatura abaixo de zero ou em níveis que tornam possível o overclocking para o uso diário. O catálogo da companhia já está disponível no Brasil e pode se conferido neste link.

Fonte: Assessoria de Imprensa DimasTech SNC

Cupons de desconto TecMundo: