EUA negam visto para estudante de Harvard devido ao Facebook de seus amigos

1 min de leitura
Imagem de: EUA negam visto para estudante de Harvard devido ao Facebook de seus amigos
Avatar do autor

O estudante palestino de 17 anos, Ismail Ajjawi, que mora no Líbano, teve seu visto cancelado para permanecer nos EUA, depois de funcionários do serviço de imigração constatarem que seus contatos do Facebook possuem comentários políticos que se opõem aos ideais americanos.

Ajjawi havia retornado ao Líbano para passar alguns dias em casa enquanto universidade de Hardvard estava em recesso. Ao voltar para os EUA, na sexta-feira (23), ficou retido no aeroporto de Boston, onde passou horas sendo interrogado.

Fonte: Pixabay/Reprodução

Depois que seu laptop e celular foram revistados, uma das agentes teria gritado com o jovem, dizendo que ele não poderia permanecer em seu país porque encontrou comentários políticos com pontos de vista opostos aos dos EUA, os quais foram feitos por pessoas que fazem parte de sua lista de contatos.

Ajjawi respondeu à agente alegando que ele não compartilhava das opiniões contidas nos tais comentários, que ele não os havia curtido e que não poderia ser responsabilizado pelas publicações alheias. No entanto, os argumentos de Ajjawi não foram considerados pela agente, que negou o visto ao estudante e o autorizou a ligar para os pais.

Não poderia entrar em detalhes por questões de confidencialidade

O porta-voz da Alfândega e Proteção de Fronteiras (CBP, na sigla em inglês), Michael McCarthy, disse que Ajjawi foi considerado inadequado para entrar nos EUA após a inspeção feita pelo órgão ligado ao governo, mas que não poderia entrar em detalhes por questões de confidencialidade.

Por enquanto, a Universidade de Harvard emitiu um comunicado informando que está tentando resolver o incidente para que Ajjawi possa retornar e recomeçar suas aulas.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
EUA negam visto para estudante de Harvard devido ao Facebook de seus amigos