Facebook e Instagram querem banir e-cigs, tabaco e álcool das redes sociais

1 min de leitura
Imagem de: Facebook e Instagram querem banir e-cigs, tabaco e álcool das redes sociais
Avatar do autor

Ontem (23), a Inglaterra trouxe uma boa notícia ao mundo indicando que pretende se livrar do tabagismo até 2030. Isso será feito por meio de medidas de bem-estar e reforço ao cigarro eletrônico, um dos métodos alternativos para abandonar o tabagismo. Hoje (24), o Facebook anunciou que vai começar a restringir vendas e limitar conteúdo relacionado ao cigarro eletrônico.

Não apenas e-Cigs, o Facebook colocou no mesmo pacote o álcool e o próprio tabaco. Ou seja: a maior rede social do mundo, e também o Instagram, vai tornar mais difícil a propagação e sobrevivência do cigarro eletrônico, de produtos com tabaco e de bebidas alcóolicas em seu site.

Nossas políticas de comércio já proíbem a venda de tabaco ou álcool

De acordo com a CNN, as novas políticas têm início nessa quinta-feira (25) e deverão proibir vendas privadas, negócios, transferências e presentes que envolvam álcool, tabaco e vape. Empresas que realizem essas vendas e tenham páginas no Facebook terão que restringir conteúdo para maiores de 18 anos.

“Estamos atualizando nossa política de bens regulamentados para proibir a venda de produtos de álcool e tabaco entre particulares no Facebook e no Instagram”, disse um porta-voz do Facebook em comunicado. “Nossas políticas de comércio já proíbem a venda de tabaco ou álcool em lugares como o Marketplace, mas agora estamos estendendo isso para o conteúdo orgânico”.

O Facebook, por outro lado, afirma que postagens que não vendam produtos ou busquem direcionar usuários para venda continuarão a ser permitidas.

Cupons de desconto TecMundo:

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Facebook e Instagram querem banir e-cigs, tabaco e álcool das redes sociais