Você já imaginou como desenhar imerso na realidade virtual pode mudar essa experiência como um todo? De início, pensar em algo assim pode parecer estranho ou até mesmo pouco eficiente – afinal, fazer linhas em uma superfície física tende a ser muito mais preciso do que em pleno ar. Mas acredite: o vídeo acima vai mostrar exatamente o contrário.

Nele, você tem a chance de ver um pouco da história e das ilustrações de Glen Keane, ninguém menos do que o lendário desenhista da Disney que trabalhou em boa parte das superproduções da empresa nos últimos 40 anos. Mesmo a idade parece não ter atrapalhado Keane na adoção de novas ferramentas, fosse do papel à modelagem 3D ou agora, com a realidade virtual, como ele mostra bem na gravação.

Não há como negar que a tecnologia utilizada por ele é impressionante. Do que parece inicialmente ser apenas um acumulado de linhas sem sentido, lentamente surgem personagens de Ariel e a Fera, em linhas que flutuam em pleno ar.

Igualmente digno de nota é o fato de que ambos surgem em tamanho real, diante de Keane, dentro do mundo virtual. “Quando eu desenho na realidade virtual, eu desenho todos os personagens em tamanho real. Eles são desse tamanho em minha imaginação”, disse Keane.

Mais liberdade na criação do que nunca

O mais incrível, porém, é que os traços de Keane também trazem profundidade ao desenho – as linhas que formam os cabelos da sereia e a capa do monstro, no lugar de apenas simularem a profundidade. “O personagem pode virar; Ariel está, na verdade, virando no espaço”, falou ele, enquanto desenhava o que vinha a ser um “esqueleto tridimensional” dos dois personagens.

Para desenhar em realidade virtual, Keane utiliza um conjunto de controles para cada mão, junto de um visor, cujos posicionamentos são registrados com a ajuda de uma câmera.

Mas acima de tudo, Keane mostra apreciar a liberdade que a realidade virtual deu aos seus desenhos. “Norte, Sul, Leste, Oeste. Todas as direções estão abertas agora”, começou. “Aquela porta para a imaginação está aberta um pouco mais. As bordas do papel não estão mais ali. Esse não é um desenho achatado; este é um desenho escultural. Fazer arte em um espaço tridimensional é uma maneira completamente nova de pensar para qualquer artista. A alma de qualquer tipo de forma criativa é a liberdade”.

Cupons de desconto TecMundo: