Em uma entrevista para o site Re/code, Palmer Luckey, considerado o inventor do visor Oculus Rift, disse acreditar que a realidade virtual é o "próximo iPhone", no sentido de uma tecnologia transformadora do consumo e da interação utilizada em larga escala. No entanto, também diz que esse momento ainda vai demorar um pouco.

O motivo é que o iPhone, considerado o pai dos smartphones modernos, teve tecnologias que o precederam. O que a Apple fez foi refinar o que já existia. Antes, houve décadas de pesquisas em termos de design de interface, como os criados para o Windows Mobile e os telefones da Palm.

Já em relação à realidade virtual, apesar de ter havido tecnologias anteriores, todas estão "mortas", segundo o criador do Rift. A nova leva de visores não foram construídas em décadas de pequenas melhorias, mas estão sendo criados do zero, avalia ele.

Sendo assim, acredita Luckey, é improvável que o Oculus Rift ou os seus concorrentes iniciais sejam os "iPhones da realidade virtual". "Eles são mais como os Palm Pilots e Treos da RV", afirmou, se referindo aos antigos assistentes pessoais e smartphones lançados entre o final de década de 90 e começo dos anos 2000 (e, portanto, uma era pré-iPhone).

Custos serão um problema no começo

Para ele, as pessoas no futuro dirão que os visores de hoje eram desajeitados, mas que construíram as bases para uma experiência perfeita de realidade virtual. Luckey afirma que, inicialmente, os custos vão impedir que dispositivos como o Oculus Rift sejam adotados em larga escala, mas também haverá um público que vai querer a tecnologia imediatamente.

"Aparelhos como o iPad nos mostraram que, para um segmento da população, você pode ter algo realmente caro se eles acreditarem que vale o preço", analisa. Novamente, ele faz um paralelo com os celulares, que tinham preços altos no começo, mas, hoje em dia, você pode encontrar algo muito melhor por valores em conta. O mesmo vai acontecer com a realidade virtual, acredita ele, e, se você esperar cinco ou dez anos, os visores poderão baixar de preço para US$ 100 (R$ 309).

O Oculus Rift está previsto para ser lançado no primeiro trimestre de 2016. A fabricante não mencionou o valor do visor isoladamente, mas, em conjunto com um computador com especificações suficientes para rodar games de realidade virtual, o preço seria de US$ 1,5 mil (R$ 4.636).

Via Baixaki Jogos.

Cupons de desconto TecMundo: