Disney quer menos sensores para realidade virtual no entretenimento digital

1 min de leitura
Imagem de: Disney quer menos sensores para realidade virtual no entretenimento digital
Avatar do autor

O entretenimento baseado em realidade virtual (ou Virtual Reality - VR) é uma das fortes tendências para 2017 e a Disney também quer entrar na onda. A companhia vem aproveitando toda sua experiência em captação de movimentos para encontrar uma maneira de simplificar a tecnologia e o número de sensores.

A Disney Research utiliza pontos de reconhecimento nas juntas do corpo, uma versão “resumida” do mapeamento corporal usado em seus filmes. Juntamente com cálculos de física, o sistema vem conseguindo “completar” os movimentos e os resultados têm sido satisfatórios. Veja no vídeo abaixo:

Com isso, a empresa do Mickey caminha numa posição um pouco distinta em relação aos concorrentes, que estão concentrados na VR com óculos e gadgets de imersão audiovisual. A partir desse rastreamento corporal completo, será possível explorar uma interação espacial mais complexa com menos sensores. Em breve, mais detalhes sobre esse projeto.

Disney quer menos sensores para realidade virtual no entretenimento digital