(Fonte da imagem: OLED-Display)

Os engenheiros da Fraunhofer IPMS estão anunciando um novo projeto, que será apresentado durante a SID 2011 (que acontece entre 17 e 19 de maio). O novo sistema integra sensores CMOS e microvisores OLED em um aparelho que atende aos padrões Head Mounted Displays (Telas acopladas à cabeça) e promete ser uma ótima alternativa para os desenvolvedores de softwares de realidade aumentada.

Para que a realidade aumentada possa ser obtida nesses aparelhos, foram utilizados sensores bidirecionais. Em um dos lados são captadas as imagens do ambiente em que o usuário está, no outro são captados os movimentos oculares. E é com os olhos que os comandos de controle do sensor são realizados.

Assim, os softwares podem ser criados para que haja uma sincronização entre visor e “mundo exterior”. E tudo deve dispensar a utilização de comandos por toque ou teclas, visto que o sistema de rastreamento ocular deve garantir que os olhos sejam utilizados como fonte de instruções para os sensores.

No futuro, os usuários poderão utilizar o visor acoplado à cabeça para assistir a vídeos enquanto praticam atividades esportivas, por exemplo. Isso porque na tela são combinadas as imagens geradas pelo aparelho e as captadas pelo sensor. Para avançar ou retroceder, bastará que sejam realizados movimentos com o globo ocular.

Por enquanto as possibilidades ainda são bem reduzidas: no evento SID 2011 (onde o sistema será apresentado pela primeira vez) ele será mostrado com visor monocromático.

Cupons de desconto TecMundo: