Desenvolvido pelo nova-iorquino Brian August, um aplicativo para iPhone usa a realidade aumentada para devolver as Torres Gêmeas ao seu local de origem. A novidade faz parte do projeto 110 Stories (110 histórias), que pretende espalhar a silhueta dos famosos prédios por Nova York através de 110 empreendimentos de arte.

Através do software, é possível tirar fotografias nas quais são exibidas os contornos das torres derrubadas durante os ataques de 11 de setembro de 2001. Os usuários têm a opção de publicar comentários que serão apresentados na forma de um mapa que poderá ser visualizado por qualquer pessoa.

August espera que a iniciativa sirva como uma forma de transportar os moradores da cidade a uma época anterior aos ataques terroristas. “É como quando você ouve uma canção que não escuta há um longo tempo e você subitamente fecha seus olhos e começa a lembrar. Tenho 14 anos, e estou num balanço enquanto meu pai faz churrasco próximo à piscina”, diz o inventor do aplicativo.

Tentativa de resgatar o passado

O software chega em aproximadamente um mês na App Store, sendo distribuído de forma totalmente gratuita. A expectativa de August é  deque em breve haja condições de ampliar o projeto e desenvolver as demais obras de arte propostas durante seu planejamento.

(Fonte da imagem: Reprodução/YouTube)

“Pessoas me perguntam quanto às vítimas, as famílias e o fundo memorial. Eu penso que tudo isso é muito importante, e mais relevante do que estou fazendo. Mas meu objetivo é um pouco diferente. Para mim, trata-se das pessoas que moravam em Nova York e estavam aqui antes do 11 de setembro, que podem dizer que isso ajuda a lembrá-los da vida antes dos ataques”, completa o criador do software.

Cupons de desconto TecMundo: