Pesquisadores do Naval Research Laboratory (NRL) anunciaram o sucesso na criação de um novo formato de painel de cerâmica, uma espécie de material que lembra o vidro, mas é muito mais resistente e leve, preservando ainda a transparência.

Trata-se do espinélio (spinel, no original em inglês) — na verdade, uma versão sintética desse mineral, que também é conhecido como aluminato de magnésio. Um processo similar de fabricação do vidro já existia, porém gerava muitas imperfeições. Agora, o NRL atingiu um alto nível de produção e decidiu anunciar a tecnologia para a comunidade.

Em pó, o espinélio passa por uma máquina que aplica pressão aquecida em um ambiente de vácuo. Isso permite ainda que ele possa ser moldado em diferentes formas, como lentes de câmeras ou telas de smartphone. Ele ainda pode ser polido e lixado para ficar visualmente mais transparente e chamativo.

A prensa que realiza a produção do espinélio

Os destaques do espinélio sintético são a resistência e a leveza: se uma janela à prova de balas atual precisa de camadas e mais camadas de plástico e vidro com até 5" de espessura, o novo material reduziria drasticamente essa necessidade para garantir a mesma segurança. A tecnologia militar deve se aproveitar do material, especialmente em drones e escudos de proteção.

A versão final parece um vidro comum.

O desafio atual dos cientistas é reduzir o custo de produção e finalização das peças. Por enquanto, portanto, o espinélio deve continuar produzido e utilizado somente em laboratório.

Cupons de desconto TecMundo: