(Fonte da imagem: Divulgação/Apple)

Ao anunciar o novo chip A7, a Apple afirmou que uma de suas principais qualidades era o fato de o processador ser capaz de trabalhar com a tecnologia de 64 bits. Na época em que isso ocorreu, surgiram diversas críticas ao posicionamento da empresa — entre elas, uma afirmação feita pelo vice-presidente da Qualcomm, Anand Chandrasekher, de que isso não passava de um “enfeite” que não trazia qualquer benefício ao consumidor.

No entanto, a companhia parece ter mudado de opinião e nesta quarta-feira (9) divulgou um comunicado que afirma que os comentários feitos por seu executivo estavam incorretos. “O ecossistema de softwares e hardwares mobile já está se movendo em direção à tecnologia de 64 bits e essa evolução vai trazer novas experiências à área”, afirmou o texto divulgado pela empresa.

Ao que tudo indica, a mudança de opinião da companhia se deve mais a questões comerciais do que a uma alteração no ponto de vista de seu vice-presidente. Grande fornecedora de componentes para a Apple, a Qualcomm não deve ter achado uma boa ideia permanecer em atrito com a empresa da Maçã.

Cupons de desconto TecMundo: