Durante a IFA 2016, a Qualcomm apresentou um modelo de referência para o seu novo sistema de realidade virtual. 

Trata-se do Snapdragon VR820, que funciona de modo "standalone" — não sendo necessário utilizar outros equipamentos para o funcionamento das funções VR. Ou seja: não há smartphones ou computadores conectados.

Este aparelho foi criado em uma parceria entre a Qualcomm e a companhia Goertek, sendo baseado nos processadores Snapdragon 820 e um kit de desenvolvimento de software integrado. A Qualcomm ainda promete que o aparelho terá uma série de funcionalidades que podem ser adaptadas por outras fabricantes.

Neste modelo de referência, a Qualcomm oferece telas independentes de 1440x1440 pixels para cada olho e taxa de atualização de 70 Hz. Há ainda duas câmeras de rastreio do posicionamento dos olhos e um sistema de câmeras para interpretar  o ambiente "de dentro pra fora" — dispensando outros sensores.

É importante mencionar também que o dispositivo usa sistema operacional Android e possui suporte total às APIs baseadas no Tango. Ou seja: ele também pode garantir interações de realidade aumentada nos ambientes. Falta saber se alguma fabricante vai conseguir colocar tudo isso em um mesmo dispositivo e ainda garantir preços atrativos.

Ele vai ser vendido algum dia?

O VR820 vai ser disponibilizado para fabricantes ainda neste ano, mas somente em 2017 devem surgir as primeiras opções comerciais. Como dissemos no título da matéria, os VR820 não vai ser lançado no mercado — pois trata-se de uma versão de referência criada pela Qualcomm. Ainda não há qualquer informação sobre os preços que podem ser cobrados pelos dispositivos.

Cupons de desconto TecMundo: