Em 2011, Ryan Brooks criou uma armadura do Homem de Ferro que cabia em uma maleta, exatamente como o personagem faz no segundo filme da franquia nos cinemas. Desta vez, o fã número um do herói da Marvel, que até se autoentitula "The Real Tony Stark", resolveu construir um capacete da Mark III impresso em 3D e cheio de tecnologias de movimento.

Brooks usou um microcontrolador Arduino e um acelerômetro para configurar a placa de rosto do capacete, fazendo com que ele abra e feche. Com um movimento rápido para trás, a peça abre, revelando o rosto do super-herói, enquanto uma ação para a frente faz com que ela feche novamente.

A forma do capacete ainda ajudou Brooks, que inseriu protetores para o pescoço, deixando a peça confortável e fiel à original. Não podia faltar uma versão do mordomo-robô Jarvis, que avisa quando o capacete está "pronto" (ou seja, devidamente posicionado na cabeça e com as luzes internas acesas).

Brooks faz outros produtos de super-heróis, como os visores do Ciclope, dos X-Men, e os propulsores e o reator do próprio Homem de Ferro. O catálogo, incluindo itens para compra, pode ser encontrado no site oficial do inventor.

Cupons de desconto TecMundo: