(Fonte da imagem: Divulgação/Marvel)

Na tentativa de combater o crescimento da pirataria no mercado de histórias em quadrinhos — principalmente por causa dos chamados scans —, a Marvel decidiu apelar a um recurso tecnológico que incentive o leitor norte-americano a comprar a versão física de seus gibis. A partir de agora, as revistas da editora terão suporte à realidade aumentada.

Batizada de Marvel Augmented Reality, a novidade começa a valer no mês que vem, quando a primeira edição de Avengers vs. X-Men chega às bancas do país. A partir de um aplicativo especial desenvolvido pela Aurasma, os fãs dos super-heróis poderão conferir várias informações sobre seus personagens favoritos. Desse modo, basta focar o quadrinho com a câmera de seu tablet para que modelos em 3D, artes conceituais e até vídeos sobre os heróis sejam exibidos.

De acordo com o diretor de marketing da Marvel, Arune Singh, o recurso serve também como uma alternativa a mais para que o leitor conheça histórias que não estão sendo contadas nos quadrinhos. Por mais que a pessoa não acompanhe a cronologia da editora, poderá saber o porquê de o personagem estar naquela situação de modo interativo e sem ter de perder muito tempo procurando edições antigas que o atualizem do que está acontecendo.

Marvel Augmented Reality chegará gratuitamente aos dispositivos com iOS e Android no próximo dia 2 de abril, mesma data em que Avengers vs. X-Men #1 chega às bancas.

Cupons de desconto TecMundo: