Não adianta: se você entrou na internet nesta ou na última semana, não escapou do mais recente viral da publicidade brasileira. Com um visual infantil e uma música simples, porém grudenta, os pôneis malditos conquistaram a internet de forma avassaladora.

Em dados divulgados à Exame pela própria montadora, fica claro o estímulo causado pela publicidade: já são quase 500 comunidades no Orkut, 34 mil seguidores de perfis dos animais no Twitter, 14 grupos no Facebook e incríveis 6.600.933 visualizações do vídeo original no YouTube (sem contar os arquivos que foram postados por outros usuários).

A reflexão disso em vendas ainda não pôde ser medida pela companhia, mas ao menos a influência na rede foi comprovada. Além da internet, que ganhou uma versão estendida do clipe com uma divertida corrente, os pôneis malditos passam também na televisão aberta e a cabo.

Tem gente que não gostou

O comercial da Nissan parece inofensivo e mal estreou na mídia, mas já foi alvo de polêmicas. O Conselho de Autorregulamentação Publicitária (Conar) abriu um processo de estudo contra a publicidade, após receber reclamações de cerca de 30 pessoas.

Um relator será escolhido para julgar a peça e conceder ou não a permissão para que ela continue a ser veiculada. As denúncias partem da associação considerada imprópria dos pôneis, figuras tipicamente infantis, com o adjetivo “malditos”.

Cupons de desconto TecMundo: