Já faz tempo que existe a velha discussão dos fãs sobre que tipo de máquina tem o melhor poderio para jogos, com os membros da facção dos PCs frequentemente ressaltando os componentes menos avançados dos consoles. Questionado se o hardware do PlayStation 4 já pode ser considerado ultrapassado, Cort Stratton, programador da Naughty Dog e membro do ICE Team da Sony, deu sua opinião em sua conta no Twitter.

Acostumado a lidar com o driver de GPU e API de gráficos do PS4, Stratton reconhece que os componentes do console já não podem mais ser considerados “top de linha”. No entanto, ele ressalta que os ciclos de console sempre funcionaram assim – e isso não significa que eles podem menos que os PCs.

Forçar os limites de equipamentos mais antigos não é uma tarefa fácil, mas ainda assim é possível dar origens a jogos como The Last of Us, que se equipara em termos visuais a muitos títulos AAA para computadores atuais, mesmo em um console antigo como o PS3. “Espremer de cinco a dez anos de melhorias de performance a partir de uma plataforma de hardware estabelecida é o que os programadores fazem melhor”, afirmou Stratton.

Os resultados falam por si mesmos

Além disso, Stratton também afirmou que, embora o PS4 não apresente mais o que se poderia chamar de componentes de ponta, isso não influencia muito no resultado dos jogos criados. “O HW [hardware] não é mais top de linha, claro. É assim que os consoles sempre funcionaram e isso tem muito pouco a ver com qualidade dos games”, pontuou.

Por fim, ele reforçou a qualidade dos jogos de console mesmo anos após o lançamento dos aparelhos em que rodam. “Por exemplo: o PS3 tem componentes do período por volta de 2005, de forma geral. Comparem TLoU (de 2013) com jogos AAA de PC de 2005”, acrescentou. E você, concorda com os argumentos de Stratton? Deixe sua opinião nos comentários.

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: