Cientistas do Rehabilitation Institute of Chicago estão em fase final de testes para apresentar uma perna biônica totalmente controlada pelo pensamento do paciente. Os experimentos em laboratório e pela cidade foram considerados um sucesso.

O segredo revolucionário dessa tecnologia é que sinais neurais enviados pelos músculos acima do joelho (que não podem ter sido amputados) ajudam a criar os movimentos motorizados do tornozelo e do calcanhar, criando um caminhar mais natural. A previsão é de que a prótese possa ser comercializada daqui a três ou cinco anos.

O vídeo acima mostra os ajustes finais da prótese e os primeiros passos de um dos pacientes que aceitou experimentar o protótipo, o engenheiro de software Zac Vawter, de 32 anos. Nos testes, ele foi capaz de subir ou descer rampas e escadas e caminhar por calçadas ao ar livre (sendo que ele já subiu um prédio inteiro com um protótipo anterior). Há um incômodo barulho produzido pelo mecanismo de movimentação, mas isso não parece ser nada comparado com a sensação de poder caminhar novamente.

Cupons de desconto TecMundo: